0
Logo do Vasco
Foto: terra

Vasco

Cerceamento à liberdade de imprensa: LANCE! é proibido por gestão Eurico Miranda no Vasco

Em comunicado telefônico na tarde deste sábado, assessoria de imprensa do Vasco avisa que o veículo de comunicação não poderá acompanhar o treino e a coletiva deste domingo

13 jan 2018
16h53
atualizado às 17h32
  • separator
  • comentários

O Vasco treinará na manhã deste domingo, no CT Vargem Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O técnico Zé Ricardo falará com a imprensa a partir das 10h30. Entretanto, este LANCE! não poderá trazer para você, nosso leitor e torcedor do Vasco, as informações da atividade em tempo real, além de reportagens sobre o treinamento e entrevista com o treinador.

Não é a primeira vez que a gestão Eurico Miranda no Vasco barra este LANCE!, indo contra a liberdade de imprensa
Não é a primeira vez que a gestão Eurico Miranda no Vasco barra este LANCE!, indo contra a liberdade de imprensa
Foto: Armando Paiva/Raw Image / Lance!

Por meio de comunicado telefônico via assessoria de imprensa com este LANCE! na tarde deste sábado, o departamento de futebol do Vasco, liderado pelo atual vice-presidente Eurico Brandão, o Euriquinho, filho do atual presidente Eurico Miranda, foi dada a comunicação que a entrada deste LANCE! na atividade do Vasco deste domingo não será permitida. Este LANCE! também foi barrado pelo clube de participar da coletiva.

O LANCE! lamenta o cerceamento à liberdade de imprensa imposta pela atual direção do Vasco. O clube tem uma tradição histórica de democracia e de ser do povo. Esta atitude antidemocrática não condiz com o tamanho do Vasco e de seus milhões de torcedores. Na atual gestão de Eurico Miranda, que tem mandato válido até terça-feira, outros veículos também foram barrados por períodos diversos - como os canais ESPN e FOX Sports. O Uol também foi comunicado da barração neste sábado.

Não é a primeira vez que a liberdade de imprensa é quebrada por Eurico Miranda e seus partidários no comando do Vasco. Este LANCE!, por exemplo, em novembro de 2006, também em época de eleição do Vasco, foi barrado com os repórteres que eram setoristas do Cruz-Maltino na ocasião: César Guimarães e Guilherme de Paula. O cerceamento aos profissionais durou aproximadamente quatro meses.

No ano seguinte, o LANCE! novamente foi barrado de exercer a sua atividade jornalística no Vasco pela gestão de Eurico Miranda. No meio do ano, o veículo foi vetado de acompanhar todas as atividades do Cruz-Maltino. A liberação dos jornalistas para trabalho no Vasco aconteceu somente com a posse de Roberto Dinamite, já em 2008. O veto ao LANCE!, neste exemplo, durou mais de um ano.

O LANCE! reforça o compromisso com você, torcedor, de seguir o trabalho de cobertura em um jornalismo independente e sempre lutará contra essas atitudes que ferem os direitos de trabalho de seus profissionais e a liberdade de imprensa, lamentando que em pleno 2018 situações como essa ainda ocorram.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade