0

Burocrático, Liverpool vence o Genk e lidera Grupo F

Empate entre Napoli e RB Salzburg dá liderança aos Reds; Wijnaldum e Oxalade-Chamberlain marcam na vitória inglesa por 2 a 1

5 nov 2019
19h01
atualizado às 19h55
  • separator
  • 0
  • comentários

Sem Sané e Firmino entre os titulares, o Liverpool não precisou de uma grande atuação para vencer o Genk por 2 a 1, nesta terça-feira, em Anfield Road, pela quartada rodada da Champions League. Wijnaldum e Chamberlain marcaram pelos ingleses, e Samata descontou para os visitantes. Com o empate entre Napoli e RB Saulzburg, os Reds assumem a liderança do Grupo F, com nove pontos.

Os belgas, por sua vez, amargam a lanterna da chave - com apenas um ponto conquistado - e não têm mais chances de classificação para as oitavas da Liga.

Wijnaldum abriu placar pelos Reds, nesta terça-feira (Foto: OLI SCARFF / AFP)
Wijnaldum abriu placar pelos Reds, nesta terça-feira (Foto: OLI SCARFF / AFP)
Foto: LANCE!

COMEÇO MORNO

Em um Anfield Road mais frio do que o de costume, e com um time mesclado, o Liverpool fez uma primeira etapa de baixa intensidade. Escalado no comando do ataque, teoricamente na vaga que seria de Roberto Firmino, Oxlade-Chamberlain era quem mais tentava pelos Reds.

ALGUÉM ENTENDEU?

Aos 15 minutos, os donos da casa abriram placar em um lance confuso. Após cruzamento de Milner, da esquerda, e um bate e rebate na área, a bola sobrou para Wijnaldum, que de costas para o gol, mostrou recurso ao finalizar com o biquinho do pé para estufar as redes do Genk.

DUCHA DE ÁGUA FRIA

Atuação protocolar do Liverpool foi castigada no fim do primeiro tempo. Heynen cobrou escanteio e o centroavante Samata, em cabeceio rasante na primeira trave, deixou tudo igual para os belgas antes do intervalo - para a fúria de Jurgën Klopp.

APROVEITOU A CHANCE!

Pressionado pelo placar, os donos da casa voltaram para o segundo tempo com mais gana . E o gol, que seria o da vitória, viria pelos pés do jogador mais acionado dos ingleses no jogo. Como um legitimo pivô de futsal, Salah recebeu de costas e serviu Chamberlain, que girou e bateu cruzado, de pé esquerdo, e fez 2 a 1. Ao longo da etapa final, Robertson, Mané e Firmino viriam a campo para controlar o resultado e garantir a liderança da chave para os Reds.

Napoli só empata com o RB Salzburg

Lozano cai, mas se recupera para empatar duelo para o Napoli, no San Paolo (Foto: ALBERTO PIZZOLI / AFP)
Lozano cai, mas se recupera para empatar duelo para o Napoli, no San Paolo (Foto: ALBERTO PIZZOLI / AFP)
Foto: LANCE!

O Napoli entrou em campo no Estádio San Paolo, nesta terça-feira, com chances de garantir uma classificação antecipada para as oitavas de final da Liga dos Campeões. Com um gol de Haaland, sensação e artilheiro da competição, porém, o RB Salzburg saiu na frente. Lozano empatou para os napolitanos, que ficaram no 1 a 1, em casa, e penderam a liderança do Grupo E após a vitória do Liverpool sobre o Genk.

HAALAND IMPARÁVEL

Em Nápoles, o meteoro da atual edição da Liga atacou novamente. Após o pênalti de Koulibaly em Hwang, aos 11 minutos, o centroavante de 19 anos bateu e marcou seu sétimo gol na competição, abrindo distância na artilharia do torneio.

O dinamarquês, que já detinha o recorde de gols de um jogador em seus três primeiros jogos de Champions League, estendeu a marca para mais uma partida. Além disso, Haaland é apenas o quarto atleta na história a marcar em seus quatro primeiros jogos na elite europeia. Apenas Zé Carlos (FC Porto, 1992/93), Alessandro Del Piero (Juventus, 1995) e Diego Costa (Atlético Madrid, 2013/14) fizeram o mesmo.

O Red Bull Salzburg é o terceiro colocado do Grupo E, com quatro pontos. O Genk é o lanterna, com apenas um ponto conquistado.

Veja também:

 

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade