PUBLICIDADE

Botafogo-SP vence Sampaio Corrêa e mantém sonho de permanência na Série B

O resultado de virada em Ribeirão Preto fez o Sampaio Corrêa praticamente dar adeus a possibilidade de acesso para a Série A

12 jan 2021 21h25
ver comentários
Publicidade

Em Ribeirão Preto, Botafogo e Sampaio Corrêa deram seguimento a 34ª rodada da Série B. O time do interior de São Paulo surpreendeu os rivais e venceram de virada pelo placar de 2 a 1, o que fez o Pantera ainda sonhar com a permanência na Série B. Já a Bolívia Querida praticamente deixou a briga pelo acesso.

Reprodução/Premiere
Reprodução/Premiere
Foto: Lance!

O Sampaio foi para o intervalo com 48 pontos e com o sonho de acesso à Série A ainda vivo. Porém foi surpreendido com a virada no segundo tempo e manteve os 45 pontos, onde caiu para a 12ª colocação. Enquanto isso, o Botafogo foi para 33 pontos e a diferença para o Vitória, primeiro fora do Z-4, é de quatro pontos. Os baianos ainda jogam na rodada nesta quarta-feira (13).

O próximo compromisso do Botafogo-SP vai ser na sexta-feira (15), às 21h30 (de Brasília), contra o América-MG. Enquanto isso, o Sampaio Corrêa joga em seus domínios contra o Paraná, jogo marcado também na sexta, às 19h15 (de Brasília).

COMO FOI O PRIMEIRO TEMPO

O duelo começou a todo vapor em Ribeirão Preto. Com um minuto rodado, já duas faltas duras tanto do Botafogo quanto do Sampaio. O primeiro lance de perigo aconteceu aos seis minutos, Léo Costa pega sobra de cruzamento e chutou levando perigo. E a Bolívia Querida era quem mais se aproximava do gol. Aos 12 minutos, Roney viu a bola sobrar e arriscou de fora da área. Igor fez boa defesa.

O mau campeonato feito pelo Botafogo fazia jus em campo. Enquanto o time não conseguia chegar, o Sampaio se aproveitava para seguir atacando com perigo. André Luiz, aos 17, e Jackson, aos 22 minutos, fizeram Igor trabalhar para evitar o gol dos maranhenses. Mas de tanto pressionar, aos 34 minutos Marcinho invadiu a área e foi derrubado por Walisson Maia. Pênalti. Jackson assumiu a responsabilidade e abriu o placar.

Com o Sampaio ainda buscando o acesso e o Botafogo ainda com chances de sair do Z-4, foram os maranhenses que mostraram mais vontade na etapa inicial. O Pantera não encontrou forças para no ataque furar a defesa da Bolívia Querida.

COMO FOI O SEGUNDO TEMPO

Com seis minutos de jogo, o Botafogo aparentemente voltou melhor. Aos seis minutos, Valdemir cruzou rasteiro para Michael Douglas, que foi puxado por Joazi. O próprio atacante bateu e igualou o placar no Santa Cruz. Seis minutos após o empate, o Pantera virou com Ronald, que foi acionado por Valdemir na direita. O camisa 31 ganhou na corrida de Luis Gustavo e colocou o Tricolor na frente.

A efetividade do Botafogo na etapa final foi bem executada, pois o Sampaio talvez não esperasse a virada tão rápida. Assim, o time não conseguiu assustar o Pantera como foi no primeiro tempo. Até os 30 minutos, o goleiro Igor não havia sido acionado para salvar o Botafogo como na etapa anterior.

Na reta final, o Sampaio Corrêa tentou correr atrás do prejuízo sendo mais agressivo nas jogadas de ataque, mas a defesa e o goleiro Igor foram mais eficientes e, no fim, deram o resultado positivo para o Botafogo. Na Série B, foi a oitava vitória do Pantera, que não perde a quatro jogos.

Lance!
Publicidade
Publicidade