1 evento ao vivo

Borja tenta manter rotina de gols de centroavantes do Palmeiras em 2019

Colombiano, que será titular contra o São Caetano neste domingo, balançou as redes na estreia do Paulista e viu do banco o amigo Deyverson deixar sua marca na última quarta

27 jan 2019
08h05
  • separator
  • comentários

Miguel Borja, que completou 26 anos de idade nesse sábado, é o único titular já confirmado pelo técnico Luiz Felipe Scolari no Palmeiras que visita o São Caetano, neste domingo, no Anacleto Campanella. E a expectativa fica para que o colombiano confirme um saldo amplamente positivo dos centroavantes do time nesta temporada, sempre deixando um gol quando recebem a chance de começar uma partida.

Borja completou 26 anos de idade nesse sábado e será titular em São Caetano (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
Borja completou 26 anos de idade nesse sábado e será titular em São Caetano (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
Foto: Lance!

Foram só dois jogos até o momento, muito pouco, mas a perspectiva anima. Borja atuou desde o início na estreia na temporada, contra o Red Bull, no domingo passado, e deixou sua marca no empate por 1 a 1. Na quarta-feira, o colombiano ficou o tempo todo no banco e viu Deyverson garantir a vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo-SP, fazendo questão de abraçar Borja na comemoração.- Eles não são adversários. Estão sempre juntos, conversando, brincando. Acho legal. É um bom ambiente de disputa. Interessante para o Palmeiras que um jogou no primeiro jogo e o outro jogou no segundo e fez gol - sintetizou Felipão, que mantém a rotina de alternar escalações e já avisou que Deyverson, por ter jogado os 90 minutos na quarta-feira, não será titular neste domingo.

É mais uma chance para Borja provar que também merece a confiança da torcida. Se Deyverson ficou marcado por gols importantes na campanha do título brasileiro, incluindo o que garantiu a taça, na vitória por 1 a 0 sobre o Vasco, na penúltima rodada, o colombiano terminou 2018 como o artilheiro do Palmeiras, com 20 gols em 44 partidas.

E o último Campeonato Paulista foi preponderante para o camisa 9 ter, enfim, uma temporada positiva no Palmeiras. O centroavante fez sete na edição do torneio no ano passado e tornou-se o primeiro estrangeiro a ser artilheiro do Estadual em 105 anos. O último jogador de outra nacionalidade a ter sido o goleador máximo do Paulista tinha sido o britânico Whatley, que defendeu o Mackenzie College em 1913.

O ano de 2018 ainda reservou outra marca para Borja, que se tornou o primeiro jogador da história do Palmeiras a ter sido o artilheiro de dois torneios diferentes na mesma temporada - foi o goleador máximo da Libertadores, com nove gols, ao lado de Wilson Morelo, do Independiente Santa Fe, da Colômbia. Com 31 gols marcados em 88 jogos, ele também já está no Top 100 de maiores artilheiros do Palmeiras em todos os tempos.

Números importantes e que fazem o colombiano, contratado em 2017, se animar por um 2019 ainda melhor. Na única vez em que entrou em campo na temporada, já deixou sua marca. Contra o São Caetano, no Anacleto Campanella, terá mais uma oportunidade.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade