0

Liga das Nações: Bélgica e Croácia vencem Islândia e Espanha

Batshuayi foi o autor dos dois gols do triunfo por 2 a 0, no Estádio Rei Baudoim; vice-campeã mundial aplicou 3 a 2

15 nov 2018
19h46
atualizado às 21h24
  • separator
  • comentários

A Bélgica deu um importante passo para garantir a classificação no Grupo 2 da Liga das Nações. Em Bruxelas, a equipe bateu o Islândia por 2 a 0, gols de Batshuayi, e joga por um empate fora de casa com a Suíça, domingo, para avançar. Já os islandeses se despedem com quatro derrotas na competição e estão rebaixados para a série B.

O resultado coloca a Bélgica com nove pontos, contra seis da Suíça. A Islândia, com zero, está rebaixada na Liga das Nações.

Batshuayi fez os dois gols da Bélgica (Foto: John Thys / AFP)
Batshuayi fez os dois gols da Bélgica (Foto: John Thys / AFP)
Foto: LANCE!

No domingo, a Suíça recebe a Bélgica e joga por uma vitória simples. Isso porque tem o mesmo saldo de gols (6 a 6) e o jogo de ida terminou com vitória belga por apenas 2 a 1.A Bélgica passou longe de fazer uma grande exibição no Estádio Rei Baudoin. A equipe sentiu a falta do meia De Bruyne. Lukaku foi a outra importante baixa. Em campo, Hazard foi o maestro, conduzindo bem a seleção e criando boas chances com o seu irmão Thorgan pelo lado esquerdo.

Batshuayi substituiu bem o atacante do Manchester United. No primeiro tempo, ele teve duas boas chances para abrir o placar. Na primeira, isolou na cara do gol. Na outra, o goleiro fez boa defesa.

Na etapa final, a Bélgica foi mais efetiva, e Batshuayi apareceu com mais precisão. Hazard deu belo lançamento para Meunier na direita. O lateral do PSG cruzou e o atacante fez o seu primeiro na partida.

O segundo gol também saiu dos pés de Batshuayi. Como centroavante, ele aproveitou rebote - e falha - do goleiro islandês para dar a vitória aos belgas.

Com emoção, Croácia vence Espanha e segue viva na Liga das Nações

Respira, Croácia! Em jogo muito disputado e emocionante até o último minuto, a seleção vice-campeã mundial venceu a Espanha por 3 a 2, dentro de casa, e manteve chances de classificação para o quadrangular final da Liga das Nações. Kramaric e Jedvaj, duas vezes, fizeram para os croatas. Ceballos e Sergio Ramos descontaram para os espanhóis.

Ainda com chances de classificação para o 'Final Four' da Nations League, a Croácia mostrou a força que encantou o mundo durante a Copa da Russia e colocou a Espanha encurralada no campo de defesa nos primeiros movimentos da partida. Logo aos seis minutos, Perisic fez um carnaval na defesa espanhola e finalizou cruzado, De Gea, atento, fez bela defesa para evitar o gol.

Perisic de novo levou perigo ao gol espanhol, quando recebeu dentro da área e de bico, chutou para fora desperdiçando boa chance. A Espanha demorou, mas conseguiu responder as investidas croatas. No último lance do primeiro tempo, Isco finalizou com categoria e obrigou o goleiro Kalinic a fazer uma defesa importante ao apito final do primeiro tempo.

Já a segunda etapa começou a todo vapor. Sergi Roberto foi tentar sair jogando e jogou em cima de Perisic, que deixou Kramaric na cara do goleiro De Gea. O atacante teve tranquilidade e abriu o placar para os croatas. Entretanto, no minuto seguinte, Ceballos recebeu de Isco e completou para as redes, empatando a partida em Zagreb.

Só a vitória manteria a Croácia viva com chances de classificação na Nations League, e em bola cruzada do lado esquerdo por Luka Modric, Jedvaj completamente sozinho, testou para as redes de De Gea e devolveu a vantagem para os donos da casa.

Na pressão, a Espanha buscou o resultado e conseguiu o empate. Vrsaljko tocou com a mão na bola dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Sergio Ramos mostrou tranquilidade e com muita categoria, deslocou Kalinic e marcou o segundo.

No último lance de partida, a Croácia foi com tudo para o ataque e conseguiu o gol salvador. Brekalo fez jogada individual e finalizou forte, De Gea rebateu e no rebote, Jedvaj, de novo no lugar certo e na hora certa, marcou o gol que explodiu Zagreb de alegria e manteve a Croácia viva e com chances de classificação na Nations League.

Veja também:

 

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade