PUBLICIDADE

Jornalista questiona paralisação do Brasileirão: 'Fizeram uma solução sem solução'

Próximas duas rodadas da competição estão suspensas por conta da tragédia no RS

15 mai 2024 - 21h05
Compartilhar
Exibir comentários

A CBF decidiu parar o Campeonato Brasileiro por conta da tragédia que assola o Rio Grande do Sul nas últimas semanas. As próximas duas rodadas do torneio estão suspensas e ainda não tem novas datas para serem disputadas. O jornalista Vitor Guedes, da BandSports, questionou a entidade máxima do futebol brasileiro pela decisão e criticou a falta de maiores explicações na nota oficial.

Foto: Lance!

- Por que não para basquete, vôlei, Série C? A questão é desportiva. Eu não sou contra adiar por questões desportivas. A questão humanitária, que é muito mais importante, não afeta em nada a Bahia, São Paulo, Rio de Janeiro… A gente é sensível para o que acontece em Gaza ou na Ucrânia? A vida vale bastante, não sou insensível a isso. Só não sou hipócrita de parar de viver aqui porque está tendo uma guerra na Ucrânia - começou Vitor.

- Não tem sentido (seguir com a Copa do Brasil), é a mesma CBF, são os mesmos times, aí seria um circo. Eles fizeram uma solução sem solução. A nota diz quando vai ser? Qual o próximo passo? Não tem nada. A solução teria que ser: "vamos parar duas semanas para fazer isso, isso e isso". Agora, "vamos parar porque vocês querem, mas eu não tenho a menor ideia do que eu vou fazer"? - completou.

Dos 20 clubes do Brasileirão, apenas cinco se posicionaram contra ou não se posicionaram sobre a paralisação do torneio: Flamengo, Palmeiras, São Paulo, Corinthians e Red Bull Bragantino. Torneios como a Copa do Brasil e Libertadores da América não serão paralisados.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade