0

Esportes Aquáticos

Joanna Maranhão se abre: "tentei me matar duas vezes"

Satiro Sodré/SS Press / Divulgação
4 ago 2015
20h27
atualizado às 20h31
  • separator
  • comentários

A nadadora Joanna Maranhão tem um histórico de declarações fortes e posições firmes. A atleta já revelou que foi vítima de abuso sexual quando tinha apenas nove anos e antes de viajar para os Jogos Pan-Americanos fez discurso contra a redução da maioridade penal. Desta vez, a pernambucana falou mais detalhes sobre seus problemas pessoais.

"Tentei me matar duas vezes. A segunda vez foi em 2013. Eu já estava bem em relação ao abuso, mas meu posicionamento político tinha causado muitos problemas financeiros para minha família. E é um gatilho, uma coisa chama a outra", disse Joanna à edição de agosto da Revista Tpm.

A atleta de 28 anos conquistou uma medalha de prata na prova dos 4x200 m e dois bronzes (200 m borboleta e 400 m medley) no Pan de Toronto. A nadadora pretende se aposentar depois dos Jogos de 2016. "Quando fui para o balizamento, eu tava tão feliz… Pensei: 'a menina de 17 anos está aqui. Ela ainda existe, eu consegui'", disse. "A Olimpíada do Rio vai ser minha quarta Olimpíada, terei vivido plenamente a vida de atleta."

Joanna Maranhão detona aprovação da redução da maioridade
Casal unido! Joanna e Luciano celebram conquistas no Pan
Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade