PUBLICIDADE

EUA ficam com ouro no feminino e Letônia vence no masculino em estreia do basquete 3x3 nos Jogos

28 jul 2021 15h11
ver comentários
Publicidade

Os primeiros medalhistas de ouro do basquete 3x3 olímpico foram coroados em Tóquio nesta quarta-feira, com os Estados Unidos vencendo a disputa feminina e a Letônia levando o principal prêmio no masculino, ambos com vitórias sobre equipes russas.

Vencedoras norte-americanas do ouro no basquete, Allisha Gray, Kelsey Plum, Stefanie Dolson e Jacquelyn Young, posam para foto com suas medalhas na Olimpíada
28/07/2021 REUTERS/Andrew Boyers
Vencedoras norte-americanas do ouro no basquete, Allisha Gray, Kelsey Plum, Stefanie Dolson e Jacquelyn Young, posam para foto com suas medalhas na Olimpíada 28/07/2021 REUTERS/Andrew Boyers
Foto: Reuters

A seleção norte-americana, recheada de talentos da WNBA, derrotou o Comitê Olímpico Russo por 18 x 15, no Aomi Urban Sports Park de Tóquio. Stefanie Dolson, do Chicago Sky, foi a cestinha com sete pontos.

No masculino, Karlis Lasmanis acertou um arremesso de dois pontos para selar a vitória da Letônia sobre o Comitê Olímpico Russo, por 21 x 18, fechando um jogo bastante equilibrado.

A seleção feminina da China venceu a França por 16 x 14 para ficar com a medalha de bronze. O terceiro lugar do masculino ficou com a Sérvia, que venceu a Bélgica por 21 x 10.

Junto com skate, surfe e escalada esportiva, o basquete 3x3 foi adicionado aos Jogos em uma tentativa de ampliar o apelo do espetáculo entre os jovens. O presidente francês, Emmanuel Macron, e a primeira-dama dos EUA, Jill Biden, torceram por seus compatriotas no primeiro dia do torneio.

Com sua estreia na Olimpíada, o basquete 3x3 tenta impulsionar sua reputação global como uma versão mais rápida e compacta do basquete tradicional, com músicas de hip-hop tocando durante as partidas para aumentar o apelo entre os jovens.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade