PUBLICIDADE

Cotada à medalha no judô, Mayra Aguiar é atração do dia no Jogos Olímpicos de Tóquio

Gaúcha tem 29 anos e aposta na experiência para fazer a primeira final olímpica da carreira. Até agora, são dois bronzes, o que faz dela a judoca mais experiente da delegação

28 jul 2021 08h04
| atualizado às 08h42
ver comentários
Publicidade

Fã de MPB, gremista e gaúcha de Porto Alegre. Esta é Mayra Aguiar, judoca de 29 anos. Campeã dos Jogos Pan-Americanos de 2019 e bi mundial, ela chega a Tóquio como uma das candidatas à medalha de ouro na categoria meio-pesado (-78 kg). A estreia da lutadora será nesta quinta-feira, por volta das 00h40.

Mayra Aguiar foi ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima (Foto: Wander Roberto/COB)
Mayra Aguiar foi ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima (Foto: Wander Roberto/COB)
Foto: Lance!

Principal judoca brasileira na competição, ela tem ainda dois bronzes nas duas últimas edições dos Jogos Olímpicos. Quem olha para ela, sabe o quanto é forte fisicamente, um aliado importante para quem teve Covid-19 (com sintomas leves) e passou por cirurgia no joelho esquerdo no final do ano passado.

Ela sofreu uma grave lesão ligamentar no local, em setembro de 2020, e viu a sua participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio ser ameaçada. Por isso, perdeu posições no ranking mundial e hoje está em 33º. Entre 2018 e 2019, foi figurinha carimbada no topo dos melhores judocas de sua categoria.

CONFIRA O QUADRO DE MEDALHAS ATUALIZADO NO FINAL DA REPORTAGEM

Carreira precoce

Além da força e da experiência olímpica (participou também de 2008), ela conta ainda com a disciplina, reforçada pelos hábitos militares. Ela é da marinha, estuda educação física e aponta a dedicação como seu ponto forte.

Mayra tem 78 kg, 1,78m e completa 30 primaveras na próxima terça-feira. Ela defende o Sogipa, o mesmo clube de Daniel Cargnin, que faturou bronze no início dos Jogos, mas na categoria meio-leve (até 66 kg). Ambos são treinados por Kiko Pereira.

Aos 6 anos, ingressou no judô. Com 14, já era profissional e três anos mais tarde conquistou seu primeiro grande feito: campeã do pan-americano de judô, em 2008. No ano anterior, 2007, já tinha beliscado a prata nos Jogos Pan-Americanos do Rio, com só 16 anos.

Lance!
Publicidade
Publicidade