PUBLICIDADE

Bach diz que Jogos de Tóquio serão 'luz no fim do túnel'

Presidente do COI afirmou que competição mandará uma mensagem de "solidariedade e resiliência"

30 mar 2021
0comentários
Publicidade

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), o alemão Thomas Bach, voltou a afirmou nesta terça-feira que os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, adiado em um ano por causa da pandemia do novo coronavírus, mandarão uma mensagem de "solidariedade e resiliência", além de ser uma "luz no fim do túnel" em meio à crise provocada pelo surto global da covid-19.

Presidente do COI, Thomas Bach, durante entrevista coletiva em Tóquio
16/11/2020 Du Xiaoyi/Pool via REUTERS
Presidente do COI, Thomas Bach, durante entrevista coletiva em Tóquio 16/11/2020 Du Xiaoyi/Pool via REUTERS
Foto: Reuters

Em um evento dedicado aos Jogos Olímpicos em Atenas, na Grécia, Bach afirmou que a competição receberá os "melhores atletas do mundo". "Os Jogos de Tóquio darão as boas-vindas aos melhores atletas do mundo, queremos mandar uma mensagem de solidariedade e resiliência para a humanidade. Será a luz no fim do túnel em que ainda nos encontramos", disse o presidente do COI.

"Nós nos encontramos pela última vez bem no início da pandemia (em março do ano passado) e agora estamos caminhando para o final da pandemia", afirmou Bach em um encontro com Kyriakos Mitsotakis, primeiro ministro da Grécia, sobre o avanço da vacinação pelo mundo. "Nós estamos vendo já uma luz no final do túnel, particularmente com os Jogos em Tóquio", completou.

O dirigente do COI revelou que se a situação da covid-19 evoluir, todos precisarão se adaptar e "fazer sacrifícios". Tanto que o governo do Japão já decidiu que não haverá a presença de torcedores estrangeiros durante a Olimpíada. Ele mais uma vez não cogitou a hipótese de adiar ou cancelar os Jogos.

"Se a situação evoluir, vamos nos adaptar. Teremos que ser criativos, flexíveis e fazer sacrifícios. Se todos respeitarmos as medidas, haverá as melhores condições possíveis, protegendo uns aos outros. Será uma Olimpíada diferente e estamos trabalhando com os amigos japoneses para ter um evento seguro para todos os participantes e para a população local, essa é a nossa prioridade", finalizou Bach.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio estão programadas para acontecer entre os dias 23 de julho e 8 de agosto deste ano. Já os Jogos Paralímpicos serão de 24 de agosto a 5 de setembro.
 

Estadão
Publicidade
Publicidade