PUBLICIDADE
Logo do

Internacional

Meu time

De volta após 11 anos, Taison é o novo atacante do Inter

Atacante estava no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, e assinou contrato válido por duas temporadas

16 abr 2021
16h00 atualizado às 16h16
0comentários
16h00 atualizado às 16h16
Publicidade

O Inter anunciou nesta sexta-feira o retorno do atacante Taison, de 33 anos. O jogador revelado pelo próprio clube gaúcho estava há nove temporadas no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, e assinou contrato válido por duas temporadas. O reforço chega às vésperas do fim do prazo para inscrever atletas na fase de grupos da Copa Libertadores, que terá início na próxima semana.

Taison estreou pelo Inter em 2008 e com a camisa do clube foi bicampeão gaúcho e integrou ainda o grupo que conquistou a Copa Sul-Americana de 2008 e a Copa Libertadores de 2010. Nesse mesmo ano, iniciou a passagem pelo futebol ucraniano pelo Metalist Kharkiv. Em 2013 o jogador seguiu, então, para o Shakhtar Donetsk, onde acumulou experiência internacional com a disputa de partidas da Liga dos Campeões.

Taison é o novo reforço do Inter
Taison é o novo reforço do Inter
Foto: Reprodução/Instagram / Estadão

Ao anunciar o reforço, o time gaúcho ressaltou o passado dele de identificação com o Inter e a passagem pela seleção brasileira. Taison integrou o grupo que disputou a última Copa, na Rússia. Pelo Brasil, o jogador chegou a marcar ainda um gol. Foi em 2017, em amistoso realizado contra a Austrália, em Melbourne.

Natural de Pelotas (RS), Taison chega ao clube como o principal reforço para a temporada. O jogador deve vestir a camisa 10, que está vaga desde a saída do argentino Andrés D'Alessandro no fim do ano passado. O Inter pretende fazer a apresentação do atacante nos próximos dias, mas ainda não há previsão de quando será a estreia dele pelo time.

O retorno de Taison era um sonho antigo do Inter. Em outras temporadas, a diretoria colorada havia feito a mesma tentativa. Desta vez, pesou para o sucesso na negociação a proximidade do fim do contrato entre o atacante o Shakhtar. O acordo valia até 30 de junho e o jogador conseguiu ser liberado antes para que pudesse assinar com o time gaúcho.

Estadão
Publicidade
Publicidade