PUBLICIDADE
Logo do Guarani

Guarani

Favoritar Time

Indisciplina deixou Régis de fora de lista do Paulistão; Umberto cogitou deixar o Guarani

Treinador bugrino não gostou da atitude do meia e demonstrou sua insatisfação junto a direção de futebol

20 jan 2024 - 18h21
(atualizado às 19h00)
Compartilhar
Exibir comentários
Guarani
Guarani
Foto: Thomaz Marostegan/Guarani FC / Esporte News Mundo

A decisão do Guarani de não inscrever o meio-campista Régis para a disputa do Campeonato Paulista de 2024, revelada pelo BugreCast, chamou a atenção de torcedores bugrinos. A atitude da diretoria alviverde foi motivada por um ato de indisciplina do atleta. A informação foi divulgada inicialmente pelo repórter Elias Aredes, do SóDérbi, e confirmada pelo Nossa Taba no ENM.

A reportagem apurou que Régis teria se sentido incomodado ao ficar de fora de um treinamento tático defensivo. A insatisfação foi levada pelo jogador aos executivos do departamento de futebol do Bugre, sob a alegação de que a comissão técnica não estaria oferecendo condições ideais para que ele se preparasse para a temporada.

A queixa estremeceu a relação entre Régis e o técnico do clube, Umberto Louzer. Após o episódio, o treinador informou à diretoria que não aceitaria atos como o do meia e, inclusive, afirmou estar disposto a deixar o comando da equipe, caso não houvesse respaldo à sua autoridade sob o elenco.

Apesar de ter tido seu contrato prorrogado, o futebol apresentado pelo camisa 78 não agradou à comissão técnica durante a pré-temporada. Régis teria se apresentado com a forma física fora dos padrões esperados pelo clube. Além disso, ele não se adaptou aos diferentes estilos táticos trabalhados por Louzer, que chegou a testar variações no modo de jogo do time que privilegiassem as características do jogador.

Por conta do esforço empregado para auxiliá-lo a recuperar seu desempenho, a indisciplina do meia foi enxergada por Umberto como ingratidão.

Assim como fez o treinador, o atleta também colocou sua permanência no Guarani em xeque perante aos executivos. Régis chegou ao Bugre em abril de 2023 para uma segunda passagem com a camisa alviverde, após o sucesso obtido em 2021.

Na última Série B do Campeonato Brasileiro, disputou 28 jogos, tendo iniciado partidas no banco de reservas em 15 ocasiões.

Até o fechamento desta reportagem, o Guarani não se pronunciou.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade