PUBLICIDADE
Logo do Grêmio

Grêmio

Favoritar Time

Prejuízos com catástrofe impactam contratações do Grêmio

Perdas com as enchentes e com a paralisação dos jogos podem impedir cumprimento das metas; Jemerson e Rodrigo Caio estão no radar

25 mai 2024 - 13h12
Compartilhar
Exibir comentários
Fotos: Pedro Souza/Atlético e Marcelo Cortes/Flamengo - Legenda: Jemerson, do Atlético, e Rodrigo Caio, ex-Flamengo, estão na mira do Grêmio
Fotos: Pedro Souza/Atlético e Marcelo Cortes/Flamengo - Legenda: Jemerson, do Atlético, e Rodrigo Caio, ex-Flamengo, estão na mira do Grêmio
Foto: Jogada10

A situação de calamidade que assolou o Rio Grande do Sul afetou as finanças do Grêmio. Assim, o clube gaúcho deve rever a previsão de contratações na janela de julho. Em vez de gastos com jogadores mais caros, a ideia passa a ser investir em atletas que estejam livres no mercado ou que sejam de baixo custo.

Desse modo, estão no radar do Tricolor Gaúcho as possíveis contratações de Jemerson e Rodrigo Caio. O zagueiro baiano, de  31 anos, tem contrato apenas até dezembro de 2024 no Atlético-MG. E já era uma negociação cogitada pela direção do clube. Já o defensor paulista, de 30 anos, está sem clube desde janeiro de 2024.

Grêmio vai concluir contas sobre prejuízo

Entretanto, ainda não há uma definição do rumo a seguir. Afinal, o clube precisa concluir as contas para saber com exatidão o prejuízo com a enchente.

"Não temos ainda a dimensão financeira de todo o clube após essa tragédia. A gente espera ter essas definições o mais rápido possível — disse o presidente Alberto Guerra, na sexta-feira.

Renato aprova Rodrigo Caio, mas tudo depende das finanças

Sobre Rodrigo Caio, o treinador Renato Gaúcho disse em entrevista coletiva que conversou com o zagueiro para saber de sua condição física, particularmente o joelho. E que gostaria de contar com o jogador no plantel. Mas agora a decisão é da presidência do clube.

"Eu saio de cena, mas a gente espera que se chegue a um acordo. Vamos analisar bem o nosso prejuízo financeiro para ver até onde o clube pode de chegar", afirmou.

Na entrevista, por sinal, Renato Gaúcho se emocionou ao falar do sofrimento dos conterrâneos no enfrentamento da maior catástrofe do estado.

"Está sendo muito difícil essa parte psicológica. Eles (jogadores) estão com a cabeça aqui, têm treinado, mas sempre na preocupação com o nosso povo, com a família deles", lamentou o treinador.

Clube precisa de reforço no ataque

Além de zagueiros, o Grêmio precisa de reforço no ataque. E deseja pelo menos uma alternativa a Diego Costa. Mas depende de avaliar também os impactos econômicos.

"Tudo que não queremos é ser dupla ou triplamente prejudicados com a catástrofe. Temos 120 mil sócios, arrecadamos muito com o quadro social. Mas nosso público está desalojado fora de casa e acaba destinando a verba para ajudar a família".

Próximos jogos do Grêmio

O Grêmio segue os treinamentos no CT do Corinthians até domingo (26/5). Então, a delegação vai para Curitiba, onde montará uma base por 15 dias para os jogos contra The Strongest, da Bolívia, na quarta-feira (29/5), pela Libertadores; Bragantino, no dia 1/6, pelo Brasileirão; e Estudiantes, no dia 8/6, pela Libertadores. Entre os dois últimos jogos, a equipe viajará ao Chile para uma partida contra o Huachipato, no dia 4/6 pela Copa Libertadores.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade