0

Ricardinho, do futsal, comenta saída do Inter Movistar: "É um final triste"

2 jul 2020
10h35
atualizado às 10h35
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O ala Ricardinho encerrou sua passagem de sete anos pela equipe espanhola Inter Movistar, pela qual conquistou diversos títulos e foi eleito cinco vezes o melhor do mundo.

Desde janeiro deste ano, o português está acertado com o ACCS Paris, da França, fato que gerou insatisfação nos bastidores do Inter. Em entrevista ao programa Futsal Talks, o jogador falou sobre sua saída.

"É um final triste. Foi um casamento muito bonito e cumpri muitos sonhos, entre eles o de ser eleito o melhor jogador do mundo, mas houve um divórcio. Quis rescindir porque achava que era a melhor solução. Não saí da forma como queria, mas também não saio pela porta dos fundos", afirmou.

A partir do anúncio da saída no início de 2020, a relação de Ricardinho com o clube piorou, principalmente com o técnico Tino Pérez, que deixou o português no banco em seus últimos momentos na equipe.

Até na última terça-feira, quando o Inter se sagrou campeão espanhol, o ala não atuou. "Não me senti isolado, os meus colegas estiveram sempre comigo. Nos treinos sempre fiz o meu trabalho, fui profissional", disse. "Sempre fui honesto e sincero. Anunciei a minha decisão com tempo", completou.

Veja também:

Saiba como está a preparação do Botafogo para a estreia do Brasileirão
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade