PUBLICIDADE

Mundial de Clubes

Desfalcado e pressionado: como chega o Real para o Mundial?

Equipe espanhola convive com problemas dentro e fora de campo, mas ainda é a grande favorita ao título; estreia é nesta quarta

6 fev 2023 - 19h15
Compartilhar
Exibir comentários

Mesmo com o posto de favorito para conquistar mais um Mundial de Clubes, o Real Madrid (ESP) chega para a competição com certa desconfiança, o que deixa os torcedores dos outros times, especialmente do Flamengo, animados. O atual campeão europeu coleciona derrotas em campo e lesões fora dele. 

O último jogo do Real Madrid antes do Mundial foi no domingo passado (05). Na ocasião, os Merengues pouparam alguns nomes e viram outros atletas não poderem jogar, machucados. A lista de baixas se refletiu em campo, e o Real perdeu de 1 a 0 para o Mallorca, fora de casa, em partida do Campeonato Espanhol. Nacho fez gol contra, e Asensio perdeu um pênalti. 

Vini Jr foi provocado por jogadores e torcedores do Mallorca no último jogo antes do Mundial (Foto: JAIME REINA / AFP)
Vini Jr foi provocado por jogadores e torcedores do Mallorca no último jogo antes do Mundial (Foto: JAIME REINA / AFP)
Foto: Lance!

Problemas na bagagem

Nesta segunda-feira (06), o Real deixou a Espanha e embarcou para o Marrocos. Embora os países fiquem em continentes diferentes, as respectivas capitais ficam distantes a cerca de 1000 km, cerca de uma hora e 20 de voo. A estreia será nesta quarta-feira (08), às 16h (horário de Brasília), contra o Al-Ahly, pela semifinal da competição. 

A equipe embarcou sem o goleiro Courtois, um dos melhores do mundo. Ele se machucou no aquecimento justamente da partida contra o Mallorca, quando sentiu dores no músculo adutor da coxa esquerda. Principal jogador do time e, para muitos, o melhor do mundo em 2022, o atacante Benzema também não viajou. O francês, por sua vez, sente dores na coxa direita. 

Além de Courtois, o lateral brasileiro Militão e o lateral francês Mendy também estão machucados e ficaram na Espanha. Do quarteto, o goleiro e o atacante têm algumas chances de se recuperarem a tempo da final, no sábado, e viajarem em cima da hora. Mendy está fora até da possível final, enquanto Militão tem chances remotas. 

Resultados ruins em 2023 

Além da citada derrota para o Mallorca, o Real Madrid coleciona alguns resultados ruins neste ano. Em janeiro, por exemplo, o Real empatou na semifinal da Supercopa da Espanha: 1 a 1 com o Valencia, mas vaga nos pênaltis. Quatro dias mais tarde, derrota por 3 a 1 para o Barcelona, na final da competição. Para muitos analistas, aliás, o Barça mereceu uma vitória ainda mais ampla. 

Já no Campeonato Espanhol, perdeu para o Villarreal em 7 de janeiro, e empatou em 0 a 0 com a Real Sociedad. Esses tropeços, somados aos do ano passado, deixam o Madrid em segundo na competição, oito pontos atrás do Barcelona: 53 a 45. 

Foco em outras competições? 

A distância para o Barcelona, aliás, faz alguns torcedores acreditarem que o Real Madrid disputará o Mundial com pé no freio, focado em se recuperar no Campeonato Espanhol, além da Copa da Espanha e da Champions League da Europa. 

Nos próximos dias 15 e 18, o Real tem compromissos pelo Campeonato Espanhol. Depois, engata uma sequência de três jogos "gigantes": Liverpool  (21), Atlético de Madrid (25) e Barcelona (02/03), por Champions League, Campeonato Espanhol e Copa da Espanha, respectivamente. 

A estreia do Real Madrid 

Caso vença o Al-Ahly nesta quarta-feira (08), o Real Madrid vai encarar o Flamengo ou o Al-Hilal, da Arábia Saudita, na final, esta no sábado (11). 

On Board Sports
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade