PUBLICIDADE

1ª rodada deixou 4 times brasileiros na boa na Libertadores

Na Copa Sul-Americana, o destaque ficou pela vitória histórica do Cuiabá

8 abr 2022 - 12h57
(atualizado às 12h57)
Ver comentários
Publicidade
Rafael Navarro marcou os seus dois primeiros gols do Palmeiras
Rafael Navarro marcou os seus dois primeiros gols do Palmeiras
Foto: Manaure Quintero / Reuters

Palmeiras, Flamengo e Atlético-MG largaram na frente na primeira rodada da Libertadores e confirmaram o favoritismo deles na competição. Os três venceram seus jogos fora de casa. O Bragantino também conseguiu três pontos, derrotando o Nacional por 2 a 0 em Bragança Paulista. Por outro lado, o início de Corinthians, Fortaleza e América-MG foi desastroso.

Já o Athletico-PR empatou na Venezuela com o Caracas (0 a 0), resultado razoável. No geral, houve equilíbrio na performance das equipes nacionais nos jogos do meio de semana pela Libertadores.

Ao vencer o Deportivo Táchira por 4 a 0, na Venezuela, o Palmeiras deu provas de que nem viagens longas são obstáculos para a força do time. O Atlético-MG seguiu caminho idêntico, ao passar pelo Tolima, na Colômbia, por 2 a 0. Mesmo placar alcançado pelo Flamengo sobre o Sporting Cristal, em Lima, apesar da atuação ruim do Rubro-Negro.

Já o caso do Corinthians é alarmante. Esteve muito mal em La Paz e não pode atribuir à altitude da capital boliviana seu fracasso diante do Always Ready (0 x 2). Precisará se recuperar rapidamente. A situação é também desconfortável para Fortaleza, que perdeu no Castelão lotado para o Colo-Colo por 2 a 1, e América-MG, batido em Minas pelo Independiente Del Valle, por 2 a 0.

Na Copa Sul-Americana, a boa nota foi a da vitória histórica do Cuiabá (2 x 0) sobre o Melgar, do Peru, na Arena Pantanal, no Mato Grosso – o primeiro triunfo do time em jogos internacionais.

O São Paulo conseguiu de virada derrotar outro time peruano, o Ayacucho (3 a 2), em Lima, enquanto o Atlético-GO obteve o placar mais elástico entre os brasileiros na primeira rodada da Copa Sul-Americana – 4 a 0 sobre a tradicional LDU.

Fluminense e Ceará também se saíram bem na estreia. Os cariocas não tomaram conhecimento do boliviano Oriente Petrolero (3 a 0, no Maracanã). Já a equipe nordestina despachou o forte Independiente no Castelão (2 a 1).

O único fiasco dos representantes nacionais na competição coube ao Santos, batido pelo Banfield por 1 a 0 na Argentina. O Internacional ficou no meio termo, empatando por 2 a 2 com o 9 de Outubro, no Equador.
 

Papo de Arena Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. 
Publicidade
Publicidade