PUBLICIDADE

Futebol Internacional

'Polêmico' formato do Mundial de Clubes de 2025 sofre uma ida à justiça

O Sindicato critica o novo formato do Mundial e do tempo que ele leva para ser realizado

13 jun 2024 - 08h51
(atualizado às 08h51)
Compartilhar
Exibir comentários
(Photo by GIUSEPPE CACACE/AFP via Getty Images)
(Photo by GIUSEPPE CACACE/AFP via Getty Images)
Foto: Esporte News Mundo

Depois da notícia em que Carlo Ancelotti disse que o Real Madrid não participaria do 'novo Mundial de Clubes' da FIFA e foi desmentido pelo próprio clube causando um desconforto, agora vai enfrentar a justiça. Segundo o jornal inglês The Guardian, membros do Sindicato Internacional de Jogadores de Futebol (Fifpro) da Europa, apresentaram uma ação legal ao Tribunal de Comércio de Bruxelas nesta quinta-feira (13), por causa da competição de 2025.

+ LEIA MAIS

O Sindicato critica o novo formato do Mundial e do tempo que ele leva para ser realizado. Associações de jogadores profissionais da Inglaterra (PFA) e da França (UNFP), acreditam temem desgaste físico dos atletas envolvidos. Uma competição grande, dentro de um calendário já quase cheio durante o ano todo.

A ação da Fifpro no Tribunal é pela "legalidade das decisões da Fifa de definir unilateralmente o calendário de jogos internacionais e, em particular, a decisão de criar e programar o Mundial de Clubes da Fifa de 2025", segundo revelado pelo jornal inglês. A PFA alega que busca "fazer valer os direitos legais" dos jogadores de terem folgas garantidas e protegidas.

- Os sindicatos de jogadores acreditam que essas decisões violam os direitos dos jogadores e de seus sindicatos de acordo com a carta de direitos fundamentais da UE, além de potencialmente violar a lei de concorrência da União Europeia.

A batalha entre FIFA e os que não concordam com a realização do Mundial de 2025, deve durar mais um pouco. E vai haver mais debates. Em maio deste ano, Gianno Infantino, presidente da entidade máxima do futebol, foi perguntado e declarou que levarem a competição para a Justiça seria um "debate fútil". Além disso, afirmou que o Mundial está "totalmente dentro dos direitos de definir os parâmetros das competições", e que a entidade respeita a "estrutura regulatória em vigor".

O novo Mundial de Clubes, está marcado para acontecer entre junho e julho de 2025, nos Estados Unidos, e com 32 clubes para disputar a taça.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade