PUBLICIDADE

Futebol Internacional

Gabriel Jesus fala sobre chance de ganhar espaço na Seleção: "Confio no meu potencial"

20 set 2023 - 18h50
(atualizado às 18h53)
Compartilhar
Exibir comentários

Nesta quarta-feira, Gabriel Jesus foi um dos protagonistas da goleada do Arsenal para cima do PSV na primeira rodada da Champions League por 4 a 0. Autor de um gol, o atacante brasileiro falou após a partida sobre as chances de voltar a ser uma peça consolidada na Seleção Brasileira, como foi no ciclo da Copa do Mundo de 2018.

Perguntado se a camisa 9 da Amarelinha tem dono, Gabriel Jesus despistou mas se colocou na disputa por espaço no elenco de Fernando Diniz.

"Muito se fala disso, mas eu não vejo número atrás. Penso em voltar logo, porque confio no meu potencial. Óbvio, sempre respeitando meus companheiros de posição. O Richarlison tem feito um bom trabalho na Seleção, óbvio que ali, se você acaba não fazendo gol, a cobrança vem. É natural, porque se trata do atacante da Seleção Brasileira, então é difícil você falar se tem dono ou não. Espero que ele possa voltar a sorrir, voltar a marcar gols, porque ele trabalha para isso. Não só ele, não só eu, não só o Cunha, como tem vários jogadores bons que podem chegar nesse nível e podem ir bem, podem fazer gols", disse.

Com o tento diante do PSV, Gabriel Jesus chegou a 21 gols marcados na Liga dos Campeões. Além de ser um dos maiores artilheiros brasileiros da competição, o atacante do Arsenal é o brasileiro - entre os que ainda estão na Champions League - com mais gols anotados no torneio europeu.

Apesar disso, Gabriel Jesus ainda é alvo de muitas críticas e incertezas quanto à sua contribuição em campo. O jogador disse que isso não o afeta e destacou que vem trabalhando duro para evoluir sempre.

"Há algumas críticas, óbvio. Eu levo as críticas esportivas numa boa, tento entender. Algumas eu acho que não fazem sentido, outras eu coloco na minha cabeça e aceito numa boa. Nunca rebati, nunca vou rebater, assim como elogios também. Eu venho trabalhando, fazendo o meu. Sou muito feliz e muito abençoado por Deus, pelo talento que ele me deu e mais ainda pela saúde, de poder estar fazendo o que eu amo. O que eu posso controlar são as minha ações. Fico feliz por sempre estar disponível para o clube que eu jogo e poder demonstrar isso dentro de campo", afirmou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade