PUBLICIDADE

Uefa vai dobrar premiação da Eurocopa Feminina em 2022 e seleções vão dividir R$ 100 milhões

Distribuição da verba inclui montantes maiores e bônus baseados no desempenho na fase de grupos. Torneio acontece entre os dias 5 e 31 de julho do próximo ano, na Inglaterra

23 set 2021 09h34
| atualizado às 09h34
ver comentários
Publicidade

O Comitê Executivo da Uefa anunciou nesta quinta-feira um aumento da premiação na próxima Eurocopa de Futebol Feminino, que vai ser disputada na Inglaterra, em 2022. De acordo com a federação, as 16 seleções classificadas vão dividir uma verba de 16 milhões de euros (R$ 100 milhões na cotação atual).

O valor será o dobro do distribuído no Eurocopa de 2017, realizada na Holanda, quando o time da casa conquistou seu primeiro título do torneio. A distribuição da verba inclui montantes garantidos mais elevados e bônus baseados no desempenho na fase de grupos.

Além disso, o Comitê Executivo da Uefa aprovou a introdução de um programa de benefícios para os clubes, que vai disponibilizar um total de 4,5 milhões de euros (R$ 30 milhões) para recompensar os times europeus que liberarem jogadoras para a fase final da Eurocopa, "contribuindo para o sucesso do evento".

"O aumento nas distribuições financeiras e a introdução de um programa de benefícios para os clubes são iniciativas da Estratégia para o Futebol Feminino da Uefa, garantindo que mais dinheiro do que nunca é disponibilizado para o futebol feminino", informou a entidade em um comunicado oficial divulgado nesta quinta-feira.

Assim como no masculino, vencido em julho pela Itália, o torneio deveria foi adiado em 12 meses por causa da pandemia da covid-19. Seguindo o novo cronograma, o evento está programado para acontecer entre os dias 6 a 31 de julho do próximo ano.

A mudança é significativa na luta pela igualdade de gênero no futebol, apesar dos números ainda serem menores aos distribuídos no masculino. O grupo de jogadores campeões da última edição recebeu 9,6 milhões de libras esterlinas (R$ 70,1 milhões) para dividir entre os 26 atletas, enquanto o vice receberá 8,5 milhões de libras (R$62,1 milhões). A federação do país vencedor receberá 24 milhões de libras (R$175 milhões).

Estadão
Publicidade
Publicidade