PUBLICIDADE

Cristiano Ronaldo supera Messi em R$ 600 milhões em vendas de camisas, diz pesquisa

Uniforme do astro português ultrapassa marca de R$ 1 bilhão e Manchester United arrecada quantia paga à Juventus para contratar o atacante na última janela de transferências

17 set 2021 11h07
| atualizado às 11h13
ver comentários
Publicidade

O burburinho causado pelas bombásticas transferências de Messi e Cristiano Ronaldo na última janela de transferências da Europa mexeu não só com a paixão, mas também com o bolso dos torcedores. A chegada do craque argentino ao Paris Saint-Germain e o retorno do astro português ao Manchester United fez disparar as vendas de camisas da dupla. Desta vez, o gajo levou a melhor na disputa.

O montante arrecadado com a venda de camisas 7 do Cristiano Ronaldo foi de 187,1 milhões de libras (R$ 1,3 bilhão na cotação atual), enquanto a 30 de Messi alcançou a marca de 103,8 milhões de libras (R$ 758,4 milhões). Uma diferença de R$ 600 milhões a mais na preferência pelo uniforme do português. Os dados são da britânica Love The Sales, maior loja online do planeta. Para atender tamanha venda, as produdoras de camisa precisariam trabalhar a todo vapor somente para esses dois produtos. As empresas não abrem suas informações sobre o assunto.

Vale destacar que o Manchester United já faturou 13,1 milhões de libras (R$ 95 milhões) com a venda de camisas de Cristiano Ronaldo, valor que supera os 12,9 milhões de libras (R$ 93,5 mi) pagos à Juventus para contratar o atacante. Por sua vez, o PSG lucrou 7,3 milhões de libras (R$ 53,2 milhões) com os uniformes de Messi, que assinou com o time parisiense após não renovar com o Barcelona, de acordo com o número da loja britânica.

Produzida pela Adidas, a nova camisa de Cristiano Ronaldo do Manchester United também bateu recorde e se tornou a mais vendida da história do Campeonato Inglês. Os números datam antes mesmo da reestreia do atacante de 36 anos pela equipe inglesa, no sábado, quando marcou dois gols na vitória por 4 a 1 sobre o Newcastle.

Ainda de acordo com a pesquisa, a busca pela camisa 7 do jogador, eleito cinco vezes o melhor do mundo, também aumentou 600% em comparação com o último ano. Atualmente, 1/4 dos uniformes vendidos são relativos ao Manchester United. Cristiano Ronaldo mudou a condição do United após desembarcar no clube que o projetou. Os torcedores voltaram a ter esperança em conquistas e quebras de tabus. Na Liga dos Campeões, apesar da derrota, ele entrou para a história ao empatar com Casillas, ex-goleiro do Real Madrid, em número de jogos na competição: 181. No próximo jogo, supera o colega.

O Estadão publicou recentemente alguns dos segredos do atacante português para se manter em alta aos 36 anos. Veja aqui.

Estadão
Publicidade
Publicidade