PUBLICIDADE

Mendy tem fiança negada e continuará preso até julgamento

Jogador do Manchester City é investigado por estupro e abuso sexual e está detido desde o fim de agosto. Julgamento será em janeiro de 2022.

11 out 2021 14h53
| atualizado às 15h12
ver comentários
Publicidade

Preso há um mês e meio acusado de estupro e abuso sexual, o lateral-esquerdo Benjamin Mendy, do Manchester City, teve um pedido de fiança negado nesta segunda-feira. Desta forma, o francês seguirá em prisão preventiva até janeiro de 2022, quando irá a julgamento.

A imprensa britânica não foi autorizada a acompanhar a audiência com o juiz Patrick Thompson, mas um oficial do Tribunal Crown de Chester informou o resultado negativo ao pedido da defesa do atleta. Acusado junto com Mendy, Louis Saha Matturie, de 40 anos, também segue detido.

Segundo informações da polícia do Reino Unido, em agosto, quando o jogador foi preso, Mendy tem quatro denúncias de estupro e uma de assédio de três vítimas de mais de 16 anos. Os crimes teriam ocorrido entre outubro de 2020 e agosto de 2021.

Mendy entrou em campo na Supercopa da Inglaterra e na estreia da Premier League nesta temporada (Foto: AFP)
Mendy entrou em campo na Supercopa da Inglaterra e na estreia da Premier League nesta temporada (Foto: AFP)
Foto: Lance!

Desde 2017 no Manchester City, Benjamin Mendy coleciona outras polêmicas fora de campo. Na virada do ano passado para 2021, o jogador foi acusado de dar uma festa com várias modelos, desrespeitando protocolos da covid-19.

Ao todo, o lateral-esquerdo de 27 anos tem 75 partidas disputadas pelo clube inglês, com dois gols marcados e 12 assistências. Na atual temporada, o ala entrou em campo duas vezes antes de ser preso.

Lance!
Publicidade
Publicidade