PUBLICIDADE

Guardiola questiona criação de Superliga: "Não é um esporte"

O técnico espanhol evitou criticar diretamente a posição do Manchester City, um dos times fundadores da nova liga

20 abr 2021 11h53
| atualizado às 16h20
ver comentários
Publicidade
Técnico Pep Guardiola, do Manchester City
10/04/2021
Pool via REUTERS/Rui Vieira
Técnico Pep Guardiola, do Manchester City 10/04/2021 Pool via REUTERS/Rui Vieira
Foto: Reuters

O técnico Pep Guardiola falou nesta terça-feira (20) sobre a polêmica envolvendo a Superliga Europeia, da qual a sua equipe, Manchester City, é uma das fundadoras. O espanhol evitou criticar diretamente a decisão de seu clube, mas fez questionamentos e mostrou desconforto com a ideia de existirem times fixos na competição.

"A declaração está lá, mas ninguém dá mais detalhes claramente. Eu adoraria que o presidente (da Superliga) explicasse como tomou essa decisão. Eu apoio meu clube. Amo fazer parte deste clube, mas também tenho minha opinião. E como eu disse, não tenho todas as informações. Mas se você me perguntar por que essas equipes foram selecionadas para jogar esta competição hipotética no futuro… Um esporte não é esporte quando a relação entre esforço e recompensa não existe", afirmou.

"Não é um esporte se o sucesso está garantido ou se não importa quando você perde. Já disse muitas vezes que quero uma Premier League de sucesso, não apenas uma equipe no topo. Eles (criadores da Superliga) precisam esclarecer porque essas equipes estão e outras não, como é o caso do Ajax, que tem quatro títulos da Liga dos Campeões", completou Guardiola.

Enquanto a polêmica da Supercopa segue sendo debatida pelas principais autoridades do futebol europeu, o Manchester City de Guardiola foca nas disputas do Campeonato Inglês e da Liga dos Campeões.

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade