PUBLICIDADE

Liverpool não pretende liberar Salah para as Eliminatórias

Com Egito na lista vermelha do Reino Unido e com as restrições de quarentena da covid-19, atacante não deve poder atuar pela seleção do país

23 ago 2021 14h20
| atualizado às 16h05
ver comentários
Publicidade

No próximo dia 2 de setembro, a seleção egípcia enfrenta a Angola, em casa, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 e não deve contar com o seu principal jogador. O Liverpool não tem planos de liberar Mohamed Salah, visto que o Egito está na lista vermelha do Reino Unido.

Salah durante o último jogo do Liverpool pelo Campeonato Inglês
Salah durante o último jogo do Liverpool pelo Campeonato Inglês
Foto: Russell Cheyne/Reuters

Devido à preocupações com as restrições de quarentena da covid-19, o time inglês não deve ceder o jogador. A lista vermelha é uma forma de classificação do governo britânico para viagens internacionais. Com isso, eles avaliam o Egito com alta chance de transmissão do vírus.

Salah precisaria ficar em um hotel por 10 dias em seu retorno à Inglaterra depois de atuar pela seleção egípcia no qualificatório africano para o Mundial. Isso o excluiria da viagem do Campeonato Inglês para jogar contra o Leeds United, no dia 12 de setembro, fora de casa, pela quarta rodada da competição.

Os dirigentes do Liverpool insistem à Federação Egípcia de Futebol uma posição da European Club Association (ECA), que pretende seguir o plano de que nenhum jogador será liberado para seleções internacionais se tiver de ficar de quarentena para voltar ao Reino Unido.

No último sábado, Salah esteve em campo pelo Liverpool e ajudou a sua equipe a vencer o Burnley por 2 a 0, em casa, pela segunda rodada do Campeonato Inglês.

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade