0

Mourinho desculpa assistente de Sarri por provocação e lamenta empate

20 out 2018
12h42
atualizado às 12h42
  • separator
  • comentários

Após sair atrás, o Manchester United garantia a vitória de virada diante do Chelsea fora de casa, no Stamford Bridge, até os 51 minutos do segundo tempo, quando David Luiz cabeceou na trave, Rudiger parou em De Gea na sequência e a bola ficou para Barkley marcar e empatar o duelo, válido pela nona rodada do Campeonato Inglês.

Com o tento no apagar das luzes, o assistente de Sarri, Marco Ianni, aproveitou o momento para provocar José Mourinho. A ação irritou o treinador português, que foi para cima do italiano e teve que ser contido por seguranças do estádio.

Já mais calmo, Mourinho revelou que Ianni pediu desculpas pela provocação. "O que aconteceu foi com o assistente de Sarri e este foi o primeiro a me dizer que ia resolver o problema internamente. Depois disso, o assistente me procurou e pediu desculpas. Eu disse que se ele se sentia assim, aceitava as desculpas e esquecia tudo. Já cometi muitos erros na minha carreira. Não vou o criticar por causa de um", disse o português após o duelo.

Em relação ao jogo, Mourinho lamentou o empate e criticou os sete minutos acrescidos pelo árbitro na partida. "Fomos a melhor equipe em campo. Se me dissessem antes do jogo que íamos fazer um ponto em Stamford Bridge, seria um bom resultado, porque é difícil ganhar aqui. Mas depois do jogo e da maneira como correu, é um resultado horrível para nós e fenomenal para eles", declarou à Sky Sports.

"Espero que todos os árbitros façam como Mike Dean, dar 6 minutos de compensação. Normalmente, quando estou perdendo, nunca me dão cinco, seis, sete minutos", completou.

Com o empate, os Red Devils chegaram perto de conquistar a segunda vitória consecutiva pela competição, mas ficaram com 15 pontos na tabela de classificação, em campanha de quatro vitórias, dois empates e três derrotas.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade