PUBLICIDADE

Com lesão no quadril, Haaland pode voltar aos gramados somente em 2022

Ex-jogador e amigo do atacante do Borussia Dortmund afirma que 'problema é mais grave do que parece', e centroavante norueguês pode ser desfalque em mais de dez partidas

25 out 2021 13h08
| atualizado às 13h08
ver comentários
Publicidade

Novamente lesionado, o atacante Erling Haaland pode ser desfalque para o Borussia Dortmund até o fim do ano. Com um problema muscular no quadril, o jovem de 21 anos será desfalque para o técnico Marco Rose e também para a seleção norueguesa na Data-Fifa de novembro.

Haaland não tem previsão de retorno ao Borussia Dortmund após lesão no quadril (Foto: INA FASSBENDER / AFP)
Haaland não tem previsão de retorno ao Borussia Dortmund após lesão no quadril (Foto: INA FASSBENDER / AFP)
Foto: Lance!

E segundo Jan Aage Fjortoft, ex-jogador compatriota de Haaland e também amigo pessoal da família do atleta, o camisa 9 aurinegro só deve voltar aos gramados em 2022.

- Depois do jogo (com o Ajax), ele sentiu de novo, e a lesão pode ser séria. O Dortmund diz que ele ficará fora de alguns jogos, mas conversando com diferentes pessoas, acredito que Haaland tenha jogado sua última partida no ano. Ele trabalhará duro na recuperação para voltar mais cedo e esperamos que o corpo dele reaja bem ao tratamento. Mas esse tipo de lesão leva tempo - disse Fjortoft à imprensa norueguesa.

A última partida de Haaland foi no dia 19 de outubro, na goleada sofrida pelo Borussia Dortmund por 4 a 0 para o Ajax, na Champions League. No fim de semana, o atacante não entrou em campo na vitória sobre o Arminia Bielefeld, pela Bundesliga, e o técnico Marco Rose não quis dar uma previsão de volta.

- Não sou médico. Prefiro não especular. Erling está machucado. É uma lesão na mesma coxa em que sofreu a anterior, mas num local diferente - disse o treinador do Borussia Dortmund após a partida.

Esta é a segunda lesão de Erling Haaland na temporada 2021/22. Em setembro, o centroavante teve um problema muscular na coxa, que o afastou dos gramados por cerca de 20 dias. No período, o atleta foi desfalque de três jogos do Borussia Dortmund e também ficou de fora dos jogos da seleção da Noruega.

Lance!
Publicidade
Publicidade