0

Atlético-PR volta a jogar o Torneio da Morte após 35 anos

Em 1980, o time paranaense escapou de cair no Estadual

29 mar 2015
18h43
atualizado às 19h02
  • separator
  • comentários

Esta não vai ser a primeira vez que o Atlético-PR vai jogar o Torneio da Morte do Campeonato Paranaense. Em 1980, o clube da capital já passou por esta vexatória situação e conseguiu escapar na ocasião. Diferente do ocorrido em 1967, quando acabou rebaixado para a Segunda Divisão do Estadual.

Goleiro Weverton é um dos poucos que se destaca na equipe atleticana
Goleiro Weverton é um dos poucos que se destaca na equipe atleticana
Foto: Atlético-PR / Divulgação

Em 67, o Atlético-PR disputou 28 partidas e conquistou apenas três vitórias - teve também 11 empates e 14 derrotas. Assim, a equipe rubro-negra acabou o Estadual na última colocação e não jogou a Segundona do Estadual por causa de um acordo político com a Federação e com os rivais - na época Coritiba e Ferroviário, que pediram sua permanência na elite. Mas, após o vexame, surgiu um dos maiores personagens da história do Atlético-PR: Jofre Cabral e Silva, um dos principais dirigentes da história do clube.

Já em 1980, quando foi para o Torneio da Morte, a equipe escapou do vexame maior. O ex-meia Nivaldo Carneiro estava naquele time do Atlético-PR e comentou sobre a desagradável situação. "Foi uma equipe montada às pressas, que simplesmente não correspondeu. Acabamos neste torneio, horrível, não gosto nem de lembrar", relembra.

Neste ano, o Atlético-PR vai lutar contra o rebaixamento diante de três adversários: Nacional, Prudentópolis e Rio Branco. Com apenas 11 pontos em 11 jogos, o time atleticano terminou a primeira fase na nona colocação.

“Não temos muito o que falar e explicar. É uma situação que o clube não planejava. Infelizmente, entramos nisso e nós temos que sair. Precisamos ter tranquilidade e continuar nosso trabalho. Não tem muito o que falar e sim fazer o melhor nesse torneio”, avalia o goleiro Weverton.

 

Fonte: PGTM Comunicação - Especial para o Terra PGTM Comunicação - Especial para o Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade