0

Atlético-GO vence o Anápolis e segue vivo no Campeonato Goiano

17 fev 2018
19h08
atualizado às 19h08
  • separator
  • comentários

Em jogo válido pela nona rodada do Campeonato Goiano, o Atlético-GO venceu o Anápolis fora de casa pelo placar de 2 a 1. Com o resultado, os visitantes seguem na quarta colocação do grupo A, com 11 pontos, e seguem na briga pela classificação. O Anápolis, por sua vez, perde a chance de se livrar da lanterna do grupo B, e ao final da rodada ainda pode ver a distância para o vice-lanterna Itumbiara aumentar.

Aos sete minutos de jogo, na primeira chance da partida, o Atlético já abriu o placar. Após boa troca de passes no campo de ataque, Tomas Bastos arriscou do meio da rua e acertou um lindo chute para encobrir o goleiro Samuel.

A vantagem dos visitantes, no entanto, não durou muito. Aos 14, após cruzamento na área, René Santos colocou a mão na bola. Na cobrança da penalidade, Bruno Aquino deslocou o goleiro e bateu forte para empatar a partida. O forte calor em Goiás atrapalhava as duas equipes, que não conseguiam desempenhar um bom futebol. Aos 30 minutos, o árbitro foi obrigado a parar o jogo para a reidratação dos jogadores.

Após a parada técnica o jogo melhorou. Aos 47, no último lance do primeiro tempo, o Dragão quase marcou. Tito recebeu cruzamento de Bruno Santos e finalizou muito bem, obrigando o goleiro do Anápolis a fazer boa defesa.

Aos 10 minutos do segundo tempo, Élder Santana foi puxado dentro da área e o árbitro marcou o pênalti a favor dos visitantes. Tito bateu no canto esquerdo, mas o goleiro Samuel foi buscar.

O jogo era muito truncado, sem nenhuma chance de gol muito clara para nenhuma das duas equipes. O time visitante tinha maior posse de bola, mas não conseguia chegar com perigo. Aos 31 foi a vez dos mandantes chegarem. David de Souza recebeu lançamento e o goleiro saiu e fez a defesa. No rebote, João de Deus desperdiçou.

Aos 35, Tito se redimiu com a torcida. O jogador recebeu lançamento longo, dominou e bateu forte no canto para colocar o Dragão novamente em vantagem.

Daí pra frente, o Atlético apenas trocava passes esperando o fim da partida. O Anápolis até tentava uma reação, mas tinha pouca criatividade. Na última chance dos mandantes na partida, aos 44, David de Souza recebeu na entrada da área a bateu forte, mas mandou para fora.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade