0

Em silêncio, e sem mágoas, Abel Braga busca seu 28º título

Técnico dá a volta por cima no Internacional depois de dois anos difíceis

21 jan 2021
09h49
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Internacional chegou à liderança do Brasileiro, sob o comando de Abel Braga, após a goleada por 5 a 1 dessa quarta-feira (20) sobre o São Paulo, no Morumbi. O resultado comprovou o que já vinha sendo desenhado – o time gaúcho retomou o bom futebol da primeira parte da competição, quando Eduardo Coudet era o técnico, e agora se credencia como o principal candidato à conquista.

Nada, porém, mudou na vida de Abel Braga. Com 27 títulos na bagagem como jogador nos anos 70 e treinador de grandes clubes, ele segue seu objetivo sem mágoas, ressentimentos ou desejo de “vingança”. A forma como saiu do Flamengo, em 2019, após a conquista do Estadual, deixou Abel e Jorge Jesus, então contratado pelo Rubro-Negro, em lados opostos. As comparações vieram como avalanche.

Abel Braga repôs o Inter como forte candidato ao título do Brasileiro
Abel Braga repôs o Inter como forte candidato ao título do Brasileiro
Foto: Divulgação/Inter / Estadão Conteúdo

Houve quem o considerasse ultrapassado. Abel, hoje com 68 anos, não se deixou abater, embora, evidentemente, se incomode com o tom de algumas críticas. Continuou dedicando-se ao futebol com o interesse de sempre. Manteve o hábito de assistir a três partidas, em média, por dia, a fim de analisar os jogos, o comportamento tático das equipes. Em conversa com amigos, dizia, e diz, que “atualizar-se é obrigação”.

Morador do Leblon, na zona sul do Rio, viu a possibilidade de uma nova chance com o convite do Internacional, em novembro. Teve um começo difícil, suportou mais algumas manifestações de desconfiança e deu a volta por cima. Já são sete vitórias consecutivas e convincentes do time. A dessa quarta, derrubando o então líder do Brasileiro na casa do adversário com placar tão elástico, devolveu o nome de Abel Braga à reduzida lista de melhores do País.

Entre seus títulos, o mais importante foi pelo Internacional: o Mundial de Clubes em 2006, despachando o poderoso Barcelona e que se seguiu ao da Libertadores do mesmo ano. Depois, em 2012, ganhou o Brasileiro com o Fluminense. O último foi o Carioca, em 2019, pelo Flamengo.

Os sete jogos restantes do Inter no Brasileiro vão ser, pela ordem, contra Grêmio, Bragantino (c), Athletico-PR (f), Sport (c), Vasco (f), Flamengo (f) e Corinthians (c).

 

Veja também:

Confira imagens do projeto da Nova Vila Belmiro
Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade