PUBLICIDADE

Copa Feminina

Por milímetros! VAR decidiu gol de pênalti que quase não cruzou a linha na eliminação dos EUA

Suécia derrotou a seleção norte-americana em uma disputada emocionante até o último instante

6 ago 2023 - 11h47
(atualizado às 11h50)
Compartilhar
Exibir comentários
Jogadoras da Suécia conferem imagem do gol no vestiário
Jogadoras da Suécia conferem imagem do gol no vestiário
Foto: Alex Pantling/FIFA / Getty Images

A partida entre Suécia e Estados Unidos pelas oitavas de final da Copa do Mundo Feminina teve drama até o apito final. Após 0 a 0 no tempo normal, a classificação foi decidida nos pênaltis, mas só depois do VAR confirmar que a cobrança de Lina Hurtig tinha cruzado a linha.

A atacante sueca bateu o pênalti, Alyssa Naeher defendeu, mas a bola foi para dentro do gol antes que a goleira dos Estados Unidos desse mais um tapinha para completar a defesa. 

Goleira  Alyssa Naeher tenta defender a cobrança de Lina Hurtig
Goleira Alyssa Naeher tenta defender a cobrança de Lina Hurtig
Foto: Mathias Bergeld / BILDBYRÅN / Reuters

O público ficou em silêncio no Melbourne Rectangular enquanto a árbitra francesa Stéphanie Frappart aguardava o aviso do VAR, que confirmou a bola tinha passado a linha por milímetros, mas o suficiente para a festa da Suécia. 

VAR confirmou que a bola passou a linha por completa em cobrança de pênalti sueco
VAR confirmou que a bola passou a linha por completa em cobrança de pênalti sueco
Foto: Reprodução

É a primeira vez na história da Copa do Mundo Feminina que a seleção dos Estados Unidos é eliminada nas oitavas de final. Em todas as outras edições do torneio, que começou a ser disputado em 1991, elas sempre terminaram entre as três primeiras colocadas. 

Dona de quatro títulos mundiais, sendo os dois últimos seguidos, os EUA acabaram eliminadas novamente pela Suécia, que tinham sido a última seleção a derrotar as norte-americanas em Mundiais, em 2011. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade