1 evento ao vivo

Balotelli homenageia Astori e critica faixa xenofóbica de torcedores

29 mai 2018
11h25
  • separator
  • 0
  • comentários

Ele voltou - e voltou com tudo: após quatro anos, o atacante Mario Balotelli abriu o placar da seleção italiana diante da Arábia Saudita, em amistoso internacional da última segunda-feira, na Suíça. Mesmo fora da Copa, a Itália ainda enfrentará a França e a Holanda em partidas de preparação, enquanto a Arábia Saudita está no Grupo A, ao lado de Egito, Rússia e Uruguai. Fora das quatro linhas, porém, Balotelli também deu o que falar.

O primeiro fato a chamar a atenção foi sua homenagem ao zagueiro Astori, da Fiorentina, morto em decorrência de um mal súbito, no início de março. Em suas redes sociais, ele dedicou o gol ao companheiro. "Sei que é tarde. Eu sei que agora você é o… Mas estou convencido de que lá, no alto, hoje você assistia à partida com o meu meu pai. Esse gol, ainda que não signifique nada, mesmo que não sirva para nada, dedico a você #DavideAstori", diz a publicação.

Além disso, o atacante criticou uma faixa presente na torcida durante a partida, que aconteceu no AFG Arena, na Suíça. Com os dizeres "Meu capitão tem sangue italiano", ele disparou contra os responsáveis: "Estamos em 2018, rapazes. Basta! Acordem! Por favor", fazendo referência à xenofobia. Ele é filho de pais ganeses e nascido em Palermo, na Itália.

O amistoso aconteceu às 16h (de Brasília), na Suíça, e a Azzurra venceu por 2 a 1, com gols de Balotelli e Belotti. O gol dos sauditas foi anotado por Al Shehri. Há apenas duas semanas o técnico Roberto Mancini assumiu o comando da seleção italiana e, portanto, esta foi sua primeira partida oficial. Além da presença de Balotelli, que não atuava pela Itália desde a Copa de 2014, a ausência de Buffon também chamou a atenção.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade