1 evento ao vivo

Ballack aumenta polêmica e diz que ainda é o capitão alemão

14 jul 2010
11h34

A polêmica em torço do capitão da seleção alemã parece não ter fim. Depois de dizer que gostaria de manter esse posto, o lateral esquerdo Philipp Lahm recebeu uma resposta à altura do meia Michael Ballack, que disse ainda se sentir o dono da braçadeira da equipe.

Ballack, 33 anos, é o capitão da Alemanha desde 2004 e cedeu provisoriamente a função a Lahm durante a Copa do Mundo da África do Sul, visto que, lesionado no joelho, acabou de fora da competição. No entanto, o lateral, 26, criou desavenças ao afirmar publicamente que não seria agradável devolver a braçadeira nem com o retorno do meia.

Nesta quarta, Ballack foi apresentado pelo Bayer Leverkusen e, além de falar sobre a felicidade de voltar ao clube que defendeu entre 1999 e 2002, comentou também o futuro da equipe nacional.

Com o objetivo de disputar a Eurocopa de 2012, ele negou o interesse em se retirar do time - possibilidade que havia sido defendida pelo ex-jogador Lothar Matthaus na semana passada - e disse mais, querendo continuar como o capitão.

Questionado acerca de Lahm, Ballack afirmou que, se o lateral vê a situação diferentemente, "deva talvez discutir com o técnico". Atualmente, o treinador é Joachim Löw, que ainda não renovou o contrato, mas deve continuar à frente da Alemanha.

Recuperando-se de lesão, o meia pode até aparecer na lista de convocados do país para o amistoso contra a Dinamarca, a ser realizado em Copenhague em 11 de agosto. Nessa ocasião, portanto, a polêmica sobre o capitão seria resolvida. A próxima partida oficial dos alemães ocorre em 3 de setembro, em Bruxelas, onde eles enfrentam a Bélgica pela primeira rodada das Eliminatórias para a próxima Eurocopa.

Novo meia do Bayer Leverkusen, Ballack rebateu declarações de Lahm
Novo meia do Bayer Leverkusen, Ballack rebateu declarações de Lahm
Foto: AP
Fonte: Terra
publicidade