0
Logo do Copa do Brasil
Foto: terra

Copa do Brasil

Fluminense vira sobre o Moto Club e avança na Copa do Brasil

26 fev 2020
23h47
atualizado em 27/2/2020 às 00h12
  • separator
  • 0
  • comentários

O Fluminense se classificou para a Segunda Fase da Copa do Brasil ao vencer por 4 a 2 o Moto Club, nesta quarta-feira, em São Luís. A vitória foi de virada, pois os donos da casa chegaram a abrir vantagem no início da partida. O destaque foi o meia Nenê, que marcou dois gols e deu uma assistência.

No início da partida, parecia que o Moto Club iria surpreender. Tanto que os maranhenses abriram 2 a 0 com 11 minutos de jogo, após gols de Walace e George. No entanto, o Fluminense diminuiu ainda na etapa inicial, com Nenê. No segundo tempo, o experiente meia empatou. Os tricolores ainda viraram, com Nino e finalizaram a classificação com Marcos Paulo.

Na próxima fase da Copa do Brasil, o Fluminense vai enfrentar o Botafogo-PB, na próxima quarta-feira, no Maracanã. Quem vencer avança na competição. Se houver empate após os 90 minutos, o confronto será decidido nas cobranças de pênaltis.

Flu elimina o Moto Club na Copa do Brasil.
Flu elimina o Moto Club na Copa do Brasil.
Foto: Mailson Santana / Fluminense

O jogo

O Moto Club começou com tudo a partida e abriu o placar logo com um minuto. Após cobrança de escanteio, Walace se antecipou a marcação e cabeceou para a rede.

Os donos da casa seguiram levando perigo e quase ampliaram aos três minutos, com Ramon, também de cabeça. Após o novo susto, o Fluminense passou a buscar o ataque com mais intensidade, mas parava na marcação maranhense.

Só que os cariocas deixaram espaço atrás e viram o Moto Club marcar o segundo gol aos 11 minutos. Em contra-ataque rápido, Silvio entrou na área e tocou para George apenas empurrar para a rede.

O Fluminense não perdeu a vocação ofensiva e conseguiu diminuir aos 16 minutos. Nenê foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. O próprio meia cobrou com categoria, sem chance para o goleiro.

O gol deu tranquilidade ao Fluminense, que quase empatou aos 19 minutos. Fernando Pacheco pegou rebote de fora da área e quase acertou o gol. Depois, foi a vez de Evanílson receber passe na área, mas não conseguir a finalização.

Após o início movimentado, o confronto diminuiu de ritmo ao longo do restante do primeiro tempo. O Fluminense ainda buscou o empate, mas pecou principalmente no último passe. O Moto Club recuou e conseguiu segurar a vantagem até o intervalo.

No segundo tempo, o Fluminense voltou com a mesma postura ofensiva, mas conseguiu o gol de empate aos três minutos. Nenê cobrou falta com categoria, sem chance para Saulo.

A partir dai, o Moto Club teve que se lançar ao ataque. Os maranhenses passaram a chegar com perigo ao gol tricolor em algumas oportunidades. Os donos da casa chegaram a colocar a bola para a rede uma vez, mas a jogada foi invalidada pela arbitragem por falta em Muriel.

Só que quem marcou foi o Fluminense, aos 27 minutos. Nenê cobrou falta na área, na cabeça de Nino, que mandou para o gol.

O revés foi sentido pelo Moto Club, que ainda tentou se adiantar para empatar o jogo. No entanto, os maranhenses pareceram sem força para reagir. Com isso, o Fluminense passou a administrar o resultado.

Os cariocas ainda tiveram tempo de ampliar a vantagem em São Luís. Aos 38 minutos, Marcos Paulo fez boa jogada individual e chutou para dar números finais no confronto e garantir a classificação do Fluminense na Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA

MOTO CLUB-MA 2 X 4 FLUMINENSE-RJ

Local: Estádio Castelão, em São Luís (MA)

Data: Quarta-feira, 26/02/2020

Horário: 21h30 (Brasília)

Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)

Assistentes: Ricardo Junio de Souza (MG) e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (Fifa-MG)

Renda: R$ 127.260,00

Público: 4.368 pagantes

Cartões amarelos: Saulo, Naílson e George (Moto Club); Yuri, Gilberto, Marcos Paulo e Evanílson (Fluminense)

GOLS

MOTO CLUB: Walace, a 1min do primeiro tempo; George, aos 11min do primeiro tempo

FLUMINENSE: Nenê, aos 16min do primeiro tempo e 3min do segundo tempo; Nino, aos 27min do segundo tempo; Marcos Paulo, aos 38min do segundo tempo

MOTO CLUB: Saulo; Denílson, Ramon, Wallace (Douglas) e Wesley; Amaral, Naílson, Doda (Luan) e Ancelmo; Silvio Tapajós e George (Clessione). Técnico: Dejair Ferreira

FLUMINENSE: Muriel, Gilberto, Nino, Digão e Egídio; Henrique, Yuri (Ganso), Nenê; Wellington Silva (Yago Felipe), Fernando Pacheco (Marcos Paulo) e Evanilson. Técnico: Odair Hellmann

Veja também:

A menina de 6 anos que foi presa por se comportar mal na escola nos EUA

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade