PUBLICIDADE

Copa do Catar

Copa do Mundo do Catar começa com cerimônia luxuosa, astro de Hollywood e exaltação da cultura local

Camelos vivos e influencers cataris fizeram parte da festa de abertura do Mundial de 2022

20 nov 2022 - 12h21
(atualizado às 12h51)
Compartilhar
Exibir comentários
Os lenços de cabeça, típicos da cultura árabe, foram a inspiração para desenvolver o desenho do mascote da Copa do Mundo do Catar, o La’eeb.
Os lenços de cabeça, típicos da cultura árabe, foram a inspiração para desenvolver o desenho do mascote da Copa do Mundo do Catar, o La’eeb.
Foto: Reuters

A cerimônia de abertura da Copa do Mundo do Catar, neste domingo, 20, chamou a atenção pelo luxo para exaltar a cultura local. O estádio Al Bayt tem capacidade para 60 mil pessoas, mas vários lugares estavam vagos durante o primeiro evento oficial do Mundial.

Objetivo de maior desejo entre as 32 seleções presentes no Catar, a taça da Copa do Mundo foi exibida ao público pelo francês Marcel Desailly, campeão em 1998 contra o Brasil.

O gramado foi transformado em um verdadeiro deserto com um show de projeções que trouxeram para o estádio camelos, animal tradicional da região, mulheres viajantes e tratadores.

O ator Morgan Freeman foi o responsável por conduzir a cerimônia ao lado do influencer catari Ghanim Al Muftah, que tem síndrome de regressão caudal. O discurso inicial da dupla foi sobre inclusão em meios às críticas sobre desrespeito aos direitos humanos no Catar.

"Dessa terra, ouvimos um chamado para o mundo, para reconectar, para retornar apenas por um momento para o que nos agrupa, para o que nos junta nessa jornada do leste para o oeste. Nós nos movemos juntos buscando um objetivo", declarou o astro de Hollywood.

Cerimônia de abertura da Copa do Mundo no Catar, neste domingo, 20.
Cerimônia de abertura da Copa do Mundo no Catar, neste domingo, 20.
Foto: Reuters

Durante os quase 30 minutos de cerimônia, os mascotes das outras edições dos Mundiais foram lembrados, assim como algumas músicas temas. Waka Waka, da cantora Shakira, foi uma das canções mais festejadas pelos torcedores. A colombiana recusou o convite para se apresentar este ano por causa das polêmicas envolvendo o país sede.

As apresentações musicais ficaram a cargo do cantor Jung Kook, da banda sul-coreana de K-Pop BTS e do cantor catari Fahad Al Kubaisi, que é embaixador da Copa.

Antes do encerramento, Freeman voltou ao gramado com nova exaltação ao Catar: "Estamos construindo uma história incrível, numa terra especial".

Discurso oficial de abertura

No final, Tamim bin Hamad al-Thani, Emir do Catar, fez o discurso oficial de abertura e foi ovacionado pelos torcedores locais, que permaneceram todo o período sentados. Torcedores do Equador fizeram festa e ficaram de pé o tempo todo.

"Recebemos a todos de braços abertos na Copa do Mundo 2022. Nós trabalhamos e fizemos muitos esforços para garantir o sucesso desta edição. Investimos para o bem de toda a humanidade. Durante 28 dias, vamos acompanhar essa festa de futebol nesse espaço de diálogo e civilização. As pessoas, por mais que sejam de culturas, nacionalidades e orientações diferentes, vão se reunir aqui no Catar. Que beleza juntar todas essas diferenças. Desejo a todas as seleções muito sucesso. Para todos vocês meus desejos de felicidades. Bem-vindos a Doha", disse o Emir, que foi muito comemorado toda vez que apareceu no telão do estádio.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade