PUBLICIDADE

Espanha x Austrália: Terra acompanha jogo minuto a minuto

22 jun 2014 23h29
| atualizado às 23h30
ver comentários
Publicidade

Duas seleções amargam nesta segunda-feira um amistoso em plena Copa do Mundo. Eliminadas do Grupo B, Austrália e Espanha medem forças na Arena da Baixada, em Curitiba, sem objetivos na competição. Enquanto os australianos focam na possibilidade de vencer a atual campeã mundial, os europeus esperam atenuar a desclassificação precoce com um triunfo de despedida. O Terra acompanha a partida minuto a minuto a partir das 12h30 (de Brasília).

Fabregas não gostou de perder o colete de titular em treino; Del Bosque chamou jogador de egoísta
Fabregas não gostou de perder o colete de titular em treino; Del Bosque chamou jogador de egoísta
Foto: Getty Images

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

Esperava-se muito mais da seleção espanhola neste Mundial. A campeã chegou ao Brasil com o status de favorita ao bicampeonato, mas a goleada sofrida na estreia para a Holanda fez com que os ibéricos perdessem completamente o rumo na fase de grupos. Cada um dos cinco gols adversários naquela ocasião, aliás, foi fruto de erro ou desatenção do setor defensivo espanhol.

No embate seguinte, o jogo de vida ou morte contra o Chile desandou ainda na primeira etapa. As dificuldades para conter investidas rápidas do adversário deixaram a Espanha completamente à mercê das vontades de Eduardo Vargas e seus companheiros. Nova derrota resultou na precoce eliminação e em recorde negativo: nunca antes uma campeã mundial fora desclassificada em apenas dois jogos.

O técnico Vicente Del Bosque chegou até a dizer que “pensa em todos (os jogadores), mas eles pensam neles, só neles”, revelando suposta desunião do elenco. Mergulhada em um abismo de frustração e decepção, a Espanha se apega ao orgulho de glórias passadas para tentar defender a honra nesta despedida da 20ª edição da Copa do Mundo.

A seleção dona da Europa na última década espera ao menos fazer a viagem de volta com o atenuante de um triunfo na última partida. Com este objetivo, Del Bosque deve optar por várias mudanças no time titular, inclusive deixando Casillas e Xavi de fora. A dupla pode ter atuado pela última vez com a camisa da Espanha nesta Copa do Mundo.

Delegação da Espanha ignora torcedores na porta de churrascaria:

Se os ibéricos entram em campo sem objetivo, a motivação do adversário, por outro lado, é um pouco maior. A eliminação em um grupo com concorrentes de peso não é novidade para a Austrália, mas eles tirar proveito do inferno astral espanhol para, quem sabe, também vencer a campeã do mundo.

“Estamos muito motivados para este jogo”, assegura o técnico Ange Postecoglou. “Vamos encarar os melhores do mundo. Vamos ver o que acontece. Eu espero um time muito motivado por parte da Espanha, então não há melhor teste que este”, acredita.

E o treinador tem argumento para crer no triunfo. Se a Espanha foi dominada nas partidas que disputou neste Mundial, os australianos podem ao menos se orgulhar da disposição mostrada nas duas derrotas sofridas. A segunda etapa do debute diante do Chile foi completamente aberta e a seleção da Oceania por pouco não surpreendeu. Contra a Holanda, na última quarta-feira, o duelo foi ainda mais franco e a Austrália chegou a estar na frente do placar no segundo tempo.

Mas o sonho de voltar às oitavas de final acabou com o revés para os europeus. E pior: Postecoglou perdeu seu melhor jogador para o terceiro jogo. Suspenso por cartões amarelos, o capitão e artilheiro Tim Cahill é desfalque contra os espanhóis.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade