PUBLICIDADE

"Algozes do Maracanaço", uruguaios provocam: Brasil nos teme

24 jun 2014
12h23 atualizado às 12h48
0comentários
12h23 atualizado às 12h48
Publicidade
Fantasiados de Ghiggia e Obdulio Varela, torcedores uruguaios não conseguiam entrar no estádio por conta dos pedidos de fotos
Fantasiados de Ghiggia e Obdulio Varela, torcedores uruguaios não conseguiam entrar no estádio por conta dos pedidos de fotos
Foto: Terra

Já se passaram 64 anos, mas os torcedores uruguaios parecem não esquecer a surpreendente vitória por 2 a 1 sobre a Seleção Brasileira, em pleno Maracanã, na Copa do Mundo de 1950. Nos jogos das seleção celeste é sempre possível encontrar torcedores vestidos de fantasma de 50, com camisetas e adereços que lembram o Maracanaço, como aquela partida ficou conhecida. 

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

Dois torcedores, porém, foram mais além e chamaram a atenção no duelo contra a Itália, nesta terça-feira, na Arena das Dunas, em Natal. Fantasiados de Obdulio Varela, capitão na conquista do bicampeonato mundial, e Ghiggia, autor do gol que calou o Maracanã, naquela final eles não conseguiam entrar na arquibancada de tantos pedidos para fotos. 

Como se estivessem naquela época, os dois usavam uniformes antigos, meiões acima do joelho e carregavam até uma bola que faz alusão à usada naquele Mundial. "A gente sabe que Brasil nos teme", brincou Andres, que até colocou o bigode igual ao do algoz brasileiro. "Meu sonho é uma final contra o Brasil, com vitória por 2 a 1", completou, repetindo o placar do Mundial de 1950.

Ao lado do amigo Fernando, ele disse que a ideia surgiu pouco antes de vir para o Brasil e tem sido um sucesso tanto com uruguaios como com brasileiros. Mesmo sabendo que precisa da vitória, a dupla está confiante que os uruguaios passarão pela Itália e ainda se classificarão em primeiro, à frente da Costa Rica. "Com Uruguai, sempre tem que ser com sofrimento". 

Torcedora ironiza musas e se fantasia com decote com nomes de Suárez, Forlán e Cavani
Torcedora ironiza musas e se fantasia com decote com nomes de Suárez, Forlán e Cavani
Foto: Terra

Outra torcedora uruguaia ironizou musas de outros Mundiais, como a paraguaia Larissa Riquelme, e apareceu com uma fantasia como se fossem dois seis grandes e um decote. No meio, o nome dos três jogadores de maior sucesso desta geração uruguaia escritos à caneta: Suárez, Forlán e Cavani. "Forlán armará as jogadas para Suárez e Cavani decidirem", afirmou a torcedora. Porém, o ex-atacante do Internacional, que nem entrou na vitória sobre a Inglaterra, começa no banco de reservas contra os italianos. 

Do outro lado, a esperança é Mario Balotelli. Com perucas em vermelho, verde e branco (cores da bandeiras da Itália, imitando o moicano que o camisa 9 usou ao longo da carreira, três amigos não pararam um minuto de cantar na entrada da Arena das Dunas. A euforia italiana, porém, era muito menor que a dos uruguaios que estão em peso no estádio em Natal para apoiar a equipe quarta colocada na última Copa do Mundo. 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade