1 evento ao vivo

Chapecoense quer goleiro Follmann no departamento de futebol

21 dez 2016
09h49
atualizado às 11h55
  • separator
  • comentários

No momento, a Chapecoense está empenhada em ajudar a todo custo na recuperação dos três atletas do clube sobreviventes da tragédia de 29 de novembro – Alan Ruschel, Neto e Follmann. A expectativa local é que os dois primeiros voltem a jogar futebol. Quanto a Follmann, que teve parte de uma perna amputada, o clube trabalha com várias hipóteses: uma delas é que o goleiro passe a trabalhar no Departamento de Futebol.

O assunto é tratado reservadamente. Mas o vínculo do goleiro com a Chapecoense deve se estender por tempo indeterminado. Os detalhes da iniciativa ainda estão em fase de elaboração, como revelou ao Terra uma fonte do clube catarinense.

Fullmann, sobrevivente da tragédia com o avião da Chapecoense na Colômbia, teve uma perna amputada
Fullmann, sobrevivente da tragédia com o avião da Chapecoense na Colômbia, teve uma perna amputada
Foto: Reprodução/Instagram

O convite a Follmann vai ser feito depois que ele receber alta do hospital. Até lá, a ordem na Chapecoense é manter a discrição. A ideia também tem como objetivo acelerar a adaptação do goleiro à nova realidade.

Nascido em Alecrim, no Rio Grande do Sul, Jackson Follmann, de 24 anos, começou sua carreira profissional em 2011, atuando pelo Juventude. Antes disso, porém, integrou a Seleção Brasileira Sub-19. Ele passou pelo Grêmio e jogou ainda pela Linense-SP e URT-MG.

 

Fonte: Especial para Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade