0
Logo do Brasileiro Série D
Foto: terra

Brasileiro Série D

Após críticas, CBF 'zela' por arbitragem em jogos do Ituano

15 jul 2019
09h43
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Até abril, o Ituano-SP vinha se notabilizando por uma gestão vitoriosa comandada por Juninho Paulista a partir de 2009. Naquele mês, o ex-jogador assumiu cargo de diretor da CBF. Pode ser apenas coincidência, mas desde então o Ituano passou a ganhar jogos pela Série D do Campeonato Brasileiro com arbitragens polêmicas. Na semana passada, com o prestígio em alta, Juninho passou a ser o coordenador da Seleção brasileira.

Técnico Vinicius Bergantin do Ituano
Técnico Vinicius Bergantin do Ituano
Foto: Guilherme Rodrigues / Futura Press

No mata mata com a Caldense-MG, em junho, e, depois, em outros dois jogos eliminatórios com o Vitória-ES, os adversários reclamaram bastante da arbitragem. No jogo que decidiu a classificação às quartas de final da competição, contra o time capixaba, um pênalti mal marcado deu a vantagem ao Ituano por 2 a 1 e garantiu sua classificação. O empate levaria a disputa para a cobrança de pênaltis.

O protesto dos clubes chegou à CBF por meio de suas respectivas federações estaduais. Para tentar fugir de insinuações de favorecimento, a confederação escalou um árbitro Fifa para o jogo do último sábado, entre Ituano e Itabaiana-SE, pelas quartas de final da Série D. A partida foi realizada em Itu e o time da casa venceu por 3 a 1. Dessa vez, sem contestação. Anderson Daronco, árbitro gaúcho, possibilitou que tudo transcorresse normalmente.

No sábado (20), o Itabaiana recebe o Ituano. Precisa tirar a diferença. O jogo define um dos semifinalistas da Quarta Divisão. Ou seja, assegura uma vaga para a Série C de 2020. O clube sergipano promete ficar de olho na escolha do árbitro. A CBF deve, novamente, escalar um nome de peso para apitar o jogo.

Veja também:

Veja os times que conseguiram vaga na elite do futebol europeu

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade