PUBLICIDADE

Willian celebra reencontro com as redes, mas lamenta empate do Athletico-PR em Curitiba

8 nov 2023 - 22h22
(atualizado às 22h43)
Compartilhar
Exibir comentários

O Athletico-PR não sabe o que é vencer no Campeonato Brasileiro há quase um mês. Nesta quarta-feira, o Furacão empatou com o Fortaleza, por 1 a 1, na Ligga Arena, pela 33ª rodada do Nacional. Autor do gol paranaense, o atacante Willian Bigode celebrou o reencontro com as redes — não marcava desde abril —, mas lamentou o resultado em casa.

"Acredito que nessa posição que acabo jogando (centroavante), o gol sempre é primordial, a gente sempre é cobrado primeiro por isso. Fico feliz de poder entrar pela terceira vez consecutiva e fazer gol depois de tanto tempo, isso vai dando ritmo e confiança para a gente evoluir em todos os aspectos. Fico feliz por isso, mas muito chateado pelo empate, acredito que tivemos chances de virar o jogo", disse em entrevista à TNT Sports.

"Pedimos desculpa para o torcedor, mesmo a gente vindo de duas derrotas, compareceu, fez a sua parte, incentivou. Eles têm todo o direito de protestar, sabemos disso, faz parte. Enaltecer também esse apoio deles, lutamos até o final, estavam todos se dedicando, ressaltar isso. Perseverar até o final e valorizar o ponto que vai ser importante para a nossa sequência", continuou o experiente atleta de 36 anos.

Willian comentou sobre atuar na função de centroavante

Além disso, Willian comentou sobre a nova função que está exercendo no Athletico-PR. O camisa 11 tem atuado como centroavante na equipe, mais avançado e próximo ao gol adversário. Ele afirmou estar acostumado com a posição, apesar de não possuir características de um atleta 'brigador'.

"Já joguei como centroavante antes, apenas de não ter o porte de um cara que vai ficar toda hora brigando, protegendo a bola, sou um cara de flutuar mais, agredir os espaços, estar sempre pisando na área. Mesmo não tendo essa altura, consegui aproveitar uma bola do Cuello, sabemos que é um ponto forte dele. Primeiro é acreditar, saber onde posso agregar também. Fico feliz por estar tendo essa sequência, entrar, ganhar minutos e fazer gol. Continuamos acreditando até o final para levar o Athletico-PR para a Libertadores", finalizou.

Com o resultado desta noite, o Furacão amargou o quarto compromisso seguido sem vitória — duas derrotas e dois empates —, permanecendo na sétima colocação, com 50 pontos. Agora, a distância para o G6, que é de três tentos, pode chegar a seis caso Flamengo e Atlético-MG vençam suas partidas.

Na próxima rodada, portanto, o Athletico-PR visita o Bahia, às 18h30 (de Brasília) de domingo (12), na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Publicidade