PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Favoritar Time

Pep Guardiola, Carlo Ancelotti e mais: Vidal, próximo do Flamengo, soma experiência com técnicos históricos

O meia agregará ao Flamengo não só com talento e qualidade, mas também com a filosofia vencedora que aprendeu em 15 temporadas com os principais técnicos da Europa

6 jul 2022 - 08h31
(atualizado às 09h45)
Ver comentários
Carlo Ancelotti conversa com Vidal nos tempos de Bayern de Munique (Foto: Reprodução / Twitter)
Carlo Ancelotti conversa com Vidal nos tempos de Bayern de Munique (Foto: Reprodução / Twitter)
Foto: Lance!

A experiência que Vidal, próximo reforço do Flamengo, traz ao Rubro-Negro passa pelos técnicos com quem ele trabalhou. Na carreira, o meio-campista, por exemplo, foi treinado por Carlo Ancelotti e Pep Guardiola, nomes que já conseguiram ganhar tanto a Champions League quanto o Mundial de Clubes da Fifa mais de uma vez. Assim, o LANCE! separou uma lista com todos os profissionais que treinaram jogador no futebol europeu*.

Bayer Leverkusen: Michael Skibbe, Bruno Labbadia e Jupp Heynckes.

Juventus: Antonio Conte (2x), Masssimo Carrera, Angelo Alessio e Massimiliano Allegri.

Bayern de Munique: Pep Guardiola, Carlo Ancelotti, Willy Sagnol e Jupp Heynckes.

Barcelona: Ernesto Valverde e Quique Setién.

Inter de Milão: Antonio Conte e Simone Inzaghi.

*lista também contabiliza nomes que assumiram interinamente.

Conte e Vidal durante o período na Inter de Milão (Foto: VINCENZO PINTO / AFP)
Conte e Vidal durante o período na Inter de Milão (Foto: VINCENZO PINTO / AFP)
Foto: Lance!

COM MORAL

Vidal, inclusive, foi muito elogiado por Antonio Conte, quando os dois trabalharam juntos na Inter de Milão. Após uma vitória sobre o Torino, pelo Campeonato Italiano da temporada 2020/21, o técnico destacou a polivalência do chileno e o classificou como um jogador "extremamente importante".

- Eu ficaria satisfeito com as atuações de Vidal mesmo que ele jogasse no gol. Ele é extremamente importante para nós. Ele pode jogar até como zagueiro, como eu perguntei uma vez. Tudo vem das habilidades de finalizar de Vidal. Então, ele joga melhor como terceiro homem de meio-campo ou atrás do atacante porque gosta de atacar - afirmou Conte.

- Mas, como eu sempre disse, não estamos bem equilibrados no meio-campo, pois temos muitos jogadores com as mesmas características. Arturo (Vidal), às vezes, pode jogar como um dos meio-campistas avançados ou centralizado, como fez hoje. Mas acho que no seu papel deve ter liberdade para correr, ele tem gols e finalizações em seu DNA - completou.

Dessa forma, Vidal agrega não só com talento e qualidade, mas também com a filosofia vencedora que aprendeu em 15 temporadas com os principais técnicos do Velho Continente. Ademais, ele será uma influência positiva para os jovens jogadores do Flamengo.

Cabe destacar que, hoje, João Gomes e Matheus França, oriundos da base rubro-negra, jogam no mesmo setor de Vidal. Além deles, Victor Hugo, que foi testado na posição e respondeu à altura contra o Santos, pode se desenvolver como um meio-campista mais recuado. Portanto, o badalado reforço pode ser um mentor destes Garotos do Ninho, que são jogadores importantes para o futuro do Flamengo.

Lance!
Publicidade
Publicidade