PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Favoritar Time

Flamengo desembarca na Colômbia para jogo da Libertadores cheio de desfalques por surto de covid

Oito jogadores do elenco rubro-negro, incluindo o goleiro Diego Alves e o volante Willian Arão, estão fora do jogo contra o Tolima

28 jun 2022 - 09h50
(atualizado às 09h50)
Ver comentários
Publicidade

O Flamengo chegou no início da madrugada em Bogotá para a partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores, contra o Tolima, nesta quarta-feira. O jogo será em Ibagué e o técnico Dorival Júnior terá diversos desfalques por surto de covid-19 no elenco. Ao menos oito jogadores testaram positivo.

Chamou a atenção na chegada do grupo ao hotel da concentração todos estarem de máscara. A ordem é evitar perder mais peças para a partida. Os goleiros Diego Alves e Matheus Cunha, os zagueiros Rodrigo Caio (ainda sentiu dores musculares) e Fabrício Bruno, o volante Willian Arão, além dos jovens Kauã, Matheus França e Daniel Cabral, foram cortados da viagem por causa da covid-19. Alguns já estavam no avião.

Gabriel Barbosa é a esperança de gols do Flamengo na Colômbia
Gabriel Barbosa é a esperança de gols do Flamengo na Colômbia
Foto: Divulgação/CRF / Estadão

O clube deve fazer novos testes em Bogotá por conta para saber se pode perder mais algumas peças, o que dificultaria bastante a vida de Dorival Júnior, com carência no meio-campo. João Gomes, suspenso, é outra baixa, além de Bruno Henrique, que só volta em 2023 após passar por cirurgia.

Diferentemente de outros países, na Colômbia não se faz necessária a realização e ou apresentação de testes PCR para quem desembarca e tem o ciclo vacinal com ao menos duas doses tomadas.

Não é a primeira vez que o clube carioca passa pelo problema. Em 2020, em passagem pelo Equador para jogos com o Independiente Del Valle e o Barcelona-EQU também pela Libertadores, sete casos foram registrados. Os jogadores Vitinho, Bruno Henrique, Michael, Diego Ribas, Isla, Filipe Luís e Matheuzinho tiveram de retornar ao Brasil antes do segundo jogo, assim como o coordenador Juan e o médico Márcio Tannure. Poucos dias depois, o número de infectados chegou a 14, por isso o temor que o aumento de casos se repita agora.

Sem João Gomes e Willian Arão, Dorival só terá Thiago Maia e Andreas Pereira na contenção contra o Tolima. E o jogo pode marcar a despedida de Andreas, que está sendo negociado pelo Manchester United ao Fulham, também da Inglaterra.

Estadão
Publicidade
Publicidade