PUBLICIDADE

Irmã de Neymar reclama de Galvão por comparação com Messi

Rafaella ficou na bronca pelas críticas pelo comportamento do craque da Seleção Brasileira

10 set 2021 07h41
ver comentários
Publicidade

Neymar foi o grande destaque da Seleção Brasileira na vitória por 2 a 0 contra o Peru com um gol e uma assistência. Porém, o camisa 10 acabou levando o segundo cartão amarelo e está suspenso da partida contra a Venezuela pela rodada de outubro das Eliminatórias da Copa do Mundo.

Rafaella Santos, irmã de Neymar, criticou Galvão Bueno
Rafaella Santos, irmã de Neymar, criticou Galvão Bueno
Foto: Leo Franco/AgNews

No lance em que foi advertido, Neymar perdeu a paciência com o marcador e agarrou o rival pelo pescoço, correndo o risco de ser expulso. O narrador Galvão Bueno, que fez o jogo para a TV Globo, criticou o comportamento do craque e o comparou com Lionel Messi, dizendo que o argentino também sofre com a marcação pesada, mas não se descontrola.

O comentário de Neymar deixou Rafaella, irmã do jogador, na bronca. Ela utilizou o Instagram para reclamar do narrador. 

“Galvão, para de ficar comparando Neymar e Messi, meu filho. Não existe isso, para com isso. Os dois são caçados, os dois apanham, legal… Vai lá você entrar no campo e apanhar como ele [Neymar] apanha e não tem que falar nada. Quê conduta o quê”, afirmou Rafaella.

Na legenda da publicação, a irmã do craque ainda escreveu: “Não é você que sente dor depois do jogo. Me poupe”.

Em entrevista após o jogo para a TV Globo, Neymar, que foi alvo de críticas pela forma física e pela partida ruim contra o Chile, reclamou do tratamento que recebe no Brasil e alfinetou a imprensa ao comentar o fato de ter superado Zico e Romário para se tornar o maior artilheiro da Seleção na história das Eliminatórias com 12 gols.

“Coletivo é o mais importante, sempre prezei isso. Ao mesmo tempo, fico muito contente de ser de ser recordista de artilheiro das eliminatórias, ser o maior assistente com a camisa da seleção brasileira e logo menos, se tudo caminhar bem, passar o Pelé. Estou muito feliz. Não sei mais o que faço com essa camisa para a galera respeitar o Neymar”, desabafou.

“Isso é normal, não é comigo. Isso vem há muito tempo, de vocês repórteres, comentaristas e outros também. Às vezes nem gosto mais de falar em entrevistas, mas em momentos importantes venho dar meu parecer”, completou.
 

Fonte: Equipe portal
Publicidade
Publicidade