PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Favoritar Time

Polícia identifica jovem de 16 anos como responsável por ameaçar Cássio

Com a identificação, já são sete nomes envolvidos nas ameaças. Além de Cássio, Paulinho e Willian e o zagueiro Gil também foram alvos

9 abr 2022 - 13h37
(atualizado às 15h33)
Ver comentários
Publicidade
Polícia identifica jovem de 16 anos como responsável por ameaçar Cássio, goleiro do Corinthians
Polícia identifica jovem de 16 anos como responsável por ameaçar Cássio, goleiro do Corinthians
Foto: Reprodução/Instagram/Rodrigo Coca

Cássio teve um retorno tranquilizador neste sábado. O goleiro do Corinthians vem sofrendo com ataques de ódio nas redes sociais, mas o delegado Nico, amigo do jogador e profissional que está investigando o caso, deu o perfil do responsável pelas ameaças.

"Foi um garoto de 16 anos. Em vez de caçar o que fazer, usar a inteligência para o bem, o moleque ficou postando as ameaças. Hoje, tivemos o garoto aqui (na delegacia), ele foi ouvido. Se não tivesse sido identificado, ficaria a dúvida. Hoje devolvemos a tranquilidade para os jogadores", disse o delegado, em entrevista à Rádio Transamérica.  

Com a identificação, já são sete nomes envolvidos nas ameaças. Além de Cássio, os meio-campistas Paulinho e Willian e o zagueiro Gil também foram alvo do crime. 

"São sete indivíduos que ameaçaram os jogadores do Corinthians. O Cássio ficou muito chateado. Eu conheço ele, é um cara de família e com essa ameaça ele estava pensando até sair do país. É um dos caras que mais ganhou título pelo clube, não dá para entender", explicou Nico.

"Com a identificação das pessoas, os jogadores perceberam que não têm fundamento nenhum. Eu mesmo falei com o Cássio, com o Paulinho. Eles perceberam que não têm esse fundo perigoso. A lei é fraca em crimes de ameaça, não prevê que eles fiquem presos. Até esclarecer isso, olha o transtorno que foi causado. Eu garanto que eles vão responder pelo crime e não vão mais frequentar estádios", afirmou.

Cássio também recebeu um áudio via Instagram com ameaças. "Esse do áudio tem 20 anos, é outro desocupado. Hoje veio todo manso aqui, arrependido e querendo fazer outra gravação. Mas não interessa, vai para a Justiça", finalizou Nico.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade