PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Meu time

Corinthians não pode demitir Danilo Avelar por justa causa; saiba o valor da multa

23 jun 2021 15h50
| atualizado às 15h53
ver comentários
Publicidade

A cúpula do Corinthians está reunida para definir a situação de Danilo Avelar, que fez um comentário racista durante um jogo online na madrugada desta quarta-feira.

Enquanto os dirigentes apuram os fatos e estudam que medida será tomada, a pressão externa não para de crescer.

Nas redes sociais, torcedores criaram hashtags para pedir rescisão contratual. A Gaviões da Fiel, principal organizada do clube, também já se manifestou pela ruptura do vínculo de maneira imediata.

Justa Causa?

A Gazeta Esportiva apurou que o Corinthians não pode demitir Danilo Avelar por justa causa. A possibilidade é uma das mais especuladas nas redes sociais.

Advogados especializados consultados pela reportagem explicaram que o Artigo 482 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), aquele que determina quais situações constituem justa causa para rescisão de contrato de trabalho pelo empregador, não dá amparo jurídico ao clube na situação de Danilo Avelar.

O Corinthians só poderia se apoiar na Lei caso o jogador fosse condenado pela Justiça Criminal de maneira a perder a própria liberdade.

E a multa?

Portanto, se o clube decidir, unilateralmente, quebrar o contrato para se desvincular do atleta, terá de pagar uma multa, que é de aproximadamente R$ 7 milhões, conforme apurou a Gazeta. Danilo Avelar tem contrato com o Timão até dezembro de 2022.

Negociação

Diante deste cenário, um acordo entre as partes pode ser o melhor caminho. Danilo Avelar sabe que o ambiente deve tornar a sequência da sua carreira na equipe em algo insustentável, e o presidente Duilio Monteira Alves também pesa a cobrança que sofrerá, caso o jogador continue no elenco.

A tendência é que uma definição seja anunciada ainda nesta quarta-feira.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade