PUBLICIDADE
Logo do Seleção Brasileira

Seleção Brasileira

Favoritar Time

Seleção mantém 100% na Copa Ouro Feminina com goleada sobre o Panamá

Meninas do Brasil não encontraram dificuldades contra o adversário, aplicaram uma goleada por 5 a 0 e asseguraram a liderança do Grupo B

28 fev 2024 - 11h34
(atualizado às 16h25)
Compartilhar
Exibir comentários
Leandro Lopes/CBF - Legenda: Bia Menezes celebra seu gol sobre o Panamá, o segundo da goleada da Seleção Brasileira Feminina
Leandro Lopes/CBF - Legenda: Bia Menezes celebra seu gol sobre o Panamá, o segundo da goleada da Seleção Brasileira Feminina
Foto: Jogada10

A Seleção Feminina não tomou conhecimento do Panamá e aplicou uma goleada por 5 a 0, na Copa Ouro. As meninas do Brasil já haviam garantido a classificação, mas o placar elástico permitiu que elas mantivessem o 100% de aproveitamento. A propósito, possibilitou que assegurasse a liderança do Grupo B ao alcançar os nove pontos. Os gols da partida foram anotados por Geyse, duas vezes, além de Bia Menezes, Rafaelle e Debinha.

O triunfo sustentou os 100% de aproveitamento das brasileiras, que têm a chance de carimbar a melhor campanha da fase inicial da Copa Ouro. Isso depende do resultado do confronto entre Canadá e Costa Rica. Mesmo que as canadenses levem a melhor sobre o oponente, o Brasil deve ficar pelo menos como a segunda melhor seleção. Tal desempenho será importante quando conhecer seu adversário nas quartas de final.

Seleção Brasileira Feminina tem grande eficiência ofensiva

A Seleção Feminina garantiu a sua vaga antecipada na fase seguinte da Copa Ouro, depois da vitória sobre a Colômbia, na segunda rodada. Assim, o técnico Arthur Elias promoveu nove mudanças no time titular. O problema é que o frágil time do Panamá, que perdeu todos os seus compromissos, não serviu como um grande teste.

A avaliação ficou comprometida e o saldo positivo foi a eficiência ofensiva do time brasileiro. Afinal, com 23 minutos do primeiro tempo já havia marcado três dos seus cinco gols. Geyse abriu o placar, Bia ampliou e Rafaelle fez de cabeça.

Segundo tempo mais desatento do Brasil

A construção da larga vantagem ainda na primeira etapa causou desatenção no time de Arthur Elias. Afinal, no segundo tempo, houve excesso de jogadas individuais e alguns erros básicos de passe, fato que se explica pelas diversas mudanças nos 11 iniciais. Isso provocou um desentrosamento na equipe. Ou seja, a sensação que ficou é que caso a Seleção Feminina tivesse mais atenção e mais refino nos lances, poderia construir um triunfo mais elástico.

Sequência da Seleção Feminina na Copa Ouro

As meninas do Brasil aguardam o término da fase inicial da Copa Ouro. Como deve ficar entre os times com a melhor campanha, a tendência é de que seu próximo adversário seja menos expressivo na teoria. Aliás, os candidatos com maior probabilidade ficam entre Costa Rica, Paraguai e Porto Rico. A Seleção Feminina retorna a campo no próximo domingo (03).

Vale ressaltar que o treinador Arthur Elias utilizou a primeira etapa do torneio para realizar experimentações na equipe. Posteriormente, na fase mata-mata, o comandante deve estabelecer um time titular. Além de começar a definir algumas escolhas que integrarão o grupo que disputará os Jogos Olímpicos em Paris, no meio do ano.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade