PUBLICIDADE
Logo do Seleção Brasileira

Seleção Brasileira

Favoritar Time

Fernando Diniz fala do momento da Seleção nas Eliminatórias, analisa jogo contra Argentina e destaca desafios

Brasil vem de duas derrotas seguidas na competição, contra Uruguai e Colômbia, além do empate contra a Venezuela

20 nov 2023 - 19h43
(atualizado às 20h28)
Compartilhar
Exibir comentários
Seleção (Photo by DANIEL RAMALHO/AFP via Getty Images)
Seleção (Photo by DANIEL RAMALHO/AFP via Getty Images)
Foto: Esporte News Mundo

A Seleção Brasileira vai enfrentar a Argentina nesta terça-feira (21), pelo último jogo das Eliminatórias Sul-Americanas deste ano. O Brasil vem de duas derrotas seguidas na competição, contra Uruguai e Colômbia, além do empate contra a Venezuela. Fernando Diniz deu entrevista coletiva e analisou os últimos resultados e falou sobre o que fazer contra a Argentina.

- Em resultado negativos, três até né, que o jogo contra a Venezuela também foi um mal resultado. O time começou jogando bem. No segundo tempo teve muita chance de ampliar o marcador, em jogadas de contra ataque que não soubemos aproveitar. E uma das poucas finalizações da Venezuela, eles conseguiram empatar. Contra o Uruguai a equipe (Seleção Brasileira) marcou muito bem, teve um controle bom no jogo e criou muito pouco. No jogo com a Colômbia, a equipe foi muito envolvente, marcou muito bem no começo do jogo, depois diminuímos o ritmo da marcação e cedeu espaços para a Colômbia. Analisando o vídeo, tivemos oito possibilidades de fazer o segundo gol, mas caímos de ritmo. Isso foi o que ocasionou o resultado do jogo. (Para o jogo contra a Argentina), fazer as correções no sistema defensivo. Um jeito de jogar mais orgânico, muito mais junto. E todos os jogadores tem que jogar de maneira coesa, pra coisa funcionar de uma maneira mais efetiva - destacou Fernando Diniz.

Perguntado sobre a proximidade que tem com o Presidente da CBF, Diniz disse que é uma conexão boa. Ainda falou sobre os desafios e que não vê o próximo jogo da Seleção como seu último, vive dia após dia.

- Estou muito bem. Eu não fico pensando que é o último jogo. Para mim é o grande jogo e os dias que eu tenho para treinar são os grandes dias que eu tenho para servir a Seleção da melhor maneira possível. De fato, a minha conexão com o Presidente (da CBF) é muito boa. Uma conexão de muita sinceridade desde o primeiro momento. E eu tenho que ocupar minha cabeça para fazer o melhor que eu posso. Não ficar imaginando que é meu último jogo, que é no Maracanã. Acho que o desafio está posto, uma oportunidade muito grande, que todo mundo sonha em estar na Seleção, e disputar jogos extremamentes importantes, como é esse de amanhã. Então, para mim é um grande desafio, e me sinto bastante feliz e honrado de poder viver isso - ressaltou o treinador da Seleção.

+ Para ficar ligado em tudo sobre o Brasil, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram

Brasil e Argentina se enfrentam terça-feira (21), no Maracanã, às 21h30 (de Brasília). Válida pela sexta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas rumo a Copa do Mundo de 2026. Os argentinos lideram com 12 pontos conquistados em cinco jogos. A Seleção Brasileira caiu para quinto colocado com os resultados negativos. Tem sete pontos feitos.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade