PUBLICIDADE
Logo do Seleção Brasileira

Seleção Brasileira

Favoritar Time

Endrick relembra racismo na infância: 'Minha tia foi à polícia'

20 nov 2023 - 13h40
(atualizado às 13h43)
Compartilhar
Exibir comentários

Com apenas 17 anos, Endrick é considerado um dos prodígios do país e ainda está no começo da carreira de jogador. No entanto, ele já passou momentos lamentáveis dentro do futebol. Afinal, o atacante do Palmeiras e da Seleção Brasileira revelou que sofreu racismo quando era somente uma criança.

"Era 1 a 1, um jogo em Brasília, eu fiz o gol da virada e fui comemorar. Os pais dos garotos do outro time, acho que subiu raiva no coração deles, começaram a me chamar de macaco, fazer gestos obscenos. De pequeno, eu não sabia. Minha tia foi na polícia, fez o boletim de ocorrência, mas não deu em nada. Quando fiquei sabendo, deixei nas mãos de Deus. As pessoas que fazem isso com Vini ou que fazem na Libertadores, que acontece bastante também, Deus vai pesar a mão, fazer o que for preciso para essas pessoas melhorarem ou vai acontecer algo pior quando Ele voltar", contou Endrick.

'Não vou me abalar'

O atacante tinha somente nove anos de idade quando foi vítima de racismo. O prodígio repudia os atos, mas afirma que não vai se abalar com isso. O jogador pretende não dar palco para racistas e se manter focado dentro de campo.

"Não vou me abalar com isso, vou seguir de cabeça erguida. Se eles fizerem, eles vão ficar bravos porque eu não vou me irritar, vou ficar tranquilo", afirmou Endrick.

Endrick relembra episódio de racismo e celebra bom momento –
Endrick relembra episódio de racismo e celebra bom momento –
Foto: Cesar Greco/Palmeiras / Jogada10

Momento de Endrick

O atacante é revelado pelas categorias de base do Palmeiras e vem apresentando boas atuações no futebol brasileiro. O jogador está vendido ao Real Madrid, mas só embarca para Espanha em julho de 2024, quando completa 18 anos.

"É muita coisa né, cara? Eu agradeço a Deus por tudo isso que ele me proporciona. Se tudo isso está acontecendo na minha vida é porque eu consigo aguentar, eu vou conseguir vencer. Tem a pressão, tem o fato de já ter sido negociado com o Real Madrid, o fato de eu já estar na Seleção. Muitas coisas que, querendo ou não, causam muita pressão. Mas sei que Deus está comigo, ele vai fazer eu passar por tudo isso. É isso o que quero fazer, quero me tornar um garoto muito forte", completou Endrick.

Apesar da idade, Endrick foi convocado para Seleção Brasileira nesta Data Fifa. O atacante entra em campo nesta terça-feira (21). Afinal, Brasil e Argentina se enfrentam às 21h30, no Maracanã, pela sexta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade