1 evento ao vivo

Dunga quer mudança gradual e indica lista com base da Copa

17 ago 2014
14h41
atualizado às 15h03
  • separator
  • comentários

Dunga participou neste domingo de uma conferência em Valência, na Espanha, onde acontece o Torneio Internacional de Futebol Sub-20, e garantiu que o elenco da Seleção Brasileira principal não sofrerá mudanças radicais nas primeiras convocações que fizer. A primeira será nesta terça-feira visando os amistosos contra Colômbia e Equador em setembro.  

<p>Pelo menos no discurso, Dunga evita radicalismo</p>
Pelo menos no discurso, Dunga evita radicalismo
Foto: Mauro Pimentel / Terra

De acordo com o substituto de Luiz Felipe Scolari, o elenco passará por uma transformação "gradual", em que se "respeitará" a base que disputou a última Copa do Mundo, apesar da goleada sofrida para a Alemanha, por 7 a 1, nas semifinais. O técnico, no entanto, não citou nomes de atletas.

Além de Dunga, participou do evento da Casa da Cultura de L'Alcudia, cidade onde está sendo disputado o Torneio Internacional, o coordenador das seleções brasileiras de futebol, o ex-goleiro Gilmar Rinaldi.

De acordo com o capitão do tetracampeonato mundial, os pentacampeões precisam se adaptar definitivamente ao futebol jogado nos tempos atuais. No domingo, em entrevista publicada no site da CBF, Dunga já havia falado da necessidade de reconquistar o espaço perdido.

"A Seleção Brasileira tem que combinar seu estilo histórico com uma preparação muito boa, com jogadores de qualidade comprometidos. Unir fantasia com o sacrifício", disse.

Dunga ainda defendeu um fortalecimento das competições no Brasil para que jovens não deixem o país ainda na adolescência para jogar na Espanha, Inglaterra, Itália ou Alemanha.

"Deveriam permanecer mais tempo em sua casa, em seu campeonato, com sua gente, para depois saírem rumo a Europa mais velhos, como acontecia com a gente, com uma preparação mental, psicológica e física maior", avaliou o técnico.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade