0

Comissão da NBA espera aprovar planos de retorno das atividades em julho

Ideia mais forte é de juntar 22 times para finalizar temporada regular em um só lugar

30 mai 2020
12h16
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A NBA, uma das primeiras entidades mundiais a tomar medidas para conter o novo coronavírus, fará uma reunião na próxima quinta-feira com seu conselho de governadores em que os proprietários das franquias esperam aprovar os planos do comissário geral da liga, Adam Silver, de retomar as atividades em julho, em Orlando, no estado da Flórida. As informações são da ESPN americana.

A principal liga de basquete dos Estados Unidos tem examinado diversos planos para retomar suas partidas, mas vários membros do conselho de governadores disseram à reportagem da emissora que estão apoiando a ideia de trazer 22 times para o Complexo Esportivo da Disney/ESPN, com o intuito de finalizar a temporada em um só lugar.

Segundo fontes, se a ideia seguir adiante, é provável que sejam incluídos jogos da temporada regular e partidas decisivas que garantiriam vaga nos playoffs, tanto para a Conferência Leste, como para a Oeste. A NBA precisa que três quartos dos donos aprovem os planos de retorno, sendo que a grande maioria destes expressaram o desejo por fazer exatamente isso, tanto em reuniões como em entrevistas realizadas nesta sexta-feira.

"Nós estamos nos alinhando em relação a isso", disse um dos donos de franquia à reportagem. "Nada será perfeito para todo mundo", completou. A NBA ainda não endossou completamente o plano para a retomada, mas apenas uma das quatro ideias propostas ao conselho, de trazer de volta todas as 30 equipes, não tem quase nenhuma possibilidade de acontecer.

Os planos de trazer apenas 22 equipes para a disputa dos jogos incluem aquelas que estão há seis jogos de garantir um lugar para os playoffs em cada conferência. New Orleans Pelicans, Phoenix Suns, Portland Trail Blazers, Sacramento Kings e San Antonio Spurs ainda brigam por um lugar na pós-temporada do Oeste, enquanto apenas o Washington Wizards é o único que ainda pode sonhar com um lugar entre os oito primeiros do Leste.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade