0

Ricciardo deixa futuro em aberto na Renault caso não tenha carro competitivo

25 set 2019
14h04
  • separator
  • 0
  • comentários

O descontentamento de Daniel Ricciardo com o carro da Renault na Fórmula 1 não é novidade. Terminando apenas cinco das 15 corridas entre os dez primeiros colocados, o australiano pode ter o dias contados na equipe francesa.

"Se voltássemos atrás do ponto de vista deste ano, não seria o que eu esperava e então… no mundo ideal, teríamos dado passos adiante e, sim, ficaria. Um pouco como a coisa da RBR, pensei que cinco anos eram tempo suficiente para tentar. Eu realmente queria ganhar um título com a RBR, porque eles me trouxeram para a F1 e a história teria sido perfeita com eles. Mas agora estou com a Renault. Idealmente, vou assinar novamente em 2021 e será porque estamos avançando e temos uma chance real", comentou Ricciardo, em entrevista ao Channel 4.

Após cinco temporadas com a Red Bull, o piloto de 30 anos procurou novos ares e se transferiu para a Renault atrás do primeiro título na categoria. Porém, sua frustração só aumentou a partir de 2019. Riccardo está na nona colocação do Mundial, com apenas 34 pontos em 15 provas. Sua melhor colocação foi um quarto lugar, em Monza.

Com contrato até o fim da temporada 2020, Daniel terá um novo companheiro na sua possível última temporada com a montadora. A Renault anunciou Esteban Ocon para substituir Nico Hulkenberg e a mudança foi comentada pelo australiano. "Não sei muito sobre a história dele, mas tenho certeza de que ele e Max lutaram pelo título da F3 no ano anterior à F1 e acho que Ocon enfrentou Max nessa batalha e venceu. Se ele está no padrão e nas qualidades de Max, é claro que ele não será lento e será um companheiro de equipe muito forte", disse.

A próxima corrida da Fórmula 1 está marcada para o próximo domingo, em Sochi, na Rússia.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade