3 eventos ao vivo

Multicampeões, Hamilton e Vettel vivem momentos distintos

Somando nove títulos, rivais alternam calmaria e pressão na briga pelo posto de melhor piloto da Fórmula 1 atual

7 nov 2018
12h34
  • separator
  • comentários

Nos últimos 11 anos, eles venceram nove campeonatos. Só este dado, em si, já seria forte o suficiente para corroborar a tese de que Lewis Hamilton e Sebastian Vettel são os pilotos mais bem-sucedidos de sua geração. Mas a disputa entre o britânico e o alemão não se resume apenas aos números. É uma rivalidade cercada de respeito, mas que nem por isso deixa de carregar a força de duas gigantes da indústria automobilística: Mercedes e Ferrari.

Vettel e Hamilton são os maiores campeões desta geração
Vettel e Hamilton são os maiores campeões desta geração
Foto: Beto Issa/GPBrasil/F1 2018 / Divulgação

Já são 12 anos competindo um contra o outro. Dois anos e meio mais velho, Hamilton chegou à Fórmula 1 no começo da temporada 2007, pela McLaren. Campeão em 2008, inglês só mudou de casa uma vez, em 2013, quando assumiu o desafio de vencer pela Mercedes em uma época em que Vettel ganhava tudo pela Red Bull. Mas a aposta foi certeira, e ele garantiu quatro dos seis campeonatos que disputou defendendo o time atual. E se igualou, nas estatísticas da F-1, aos cinco títulos do argentino Juan Manuel Fangio. De quebra, bateu o recorde de pole positions que pertencia a Michael Schumacher.

Vettel também estreou na F1 em 2007, mas começou o ano como reserva. Só disputaria um GP no meio da temporada, pela BMW Sauber, antes de assumir um cockpit na Toro Rosso para as sete provas finais. Foi por esta equipe, de estrutura mais modesta, que venceu pela primeira vez, em 2008, um ano antes de ser promovido para a Red Bull. Na equipe austríaca, quebrou recordes de precocidade e faturou quatro campeonatos seguidos, de 2010 a 2013, igualando Alain Prost. Na Ferrari desde 2015, brigou pelo título nos últimos anos, mas acabou como vice-campeão em 2017 e 2018.

Juntos, alemão e britânico venceram nove dos últimos 11 campeonatos
Juntos, alemão e britânico venceram nove dos últimos 11 campeonatos
Foto: Beto Issa/GPBrasil/F1 2018 / Divulgação

Considerando todas as provas desde o começo de 2007, a dupla Hamilton-Vettel faturou 123 vitórias (55% do total) e fez 136 poles (61%). Números que justificam o investimento das montadoras nestes pilotos, que ainda têm alguns anos em alto nível pela frente. Se para a Mercedes o retorno já foi mais que garantido nas últimas temporadas, na Ferrari o ambiente é outro. Sem vencer um campeonato de pilotos desde 2007, a equipe trocará o experiente finlandês Kimi Raikkonen – curiosamente, seu último campeão – pelo jovem monegasco Charles Leclerc no ano que vem. Uma tentativa de pressionar Vettel para que leve os carros vermelhos de volta ao olimpo do automobilismo em um futuro próximo.

Veja também:

Fonte: Especial para Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade